Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

PORQUE COLOCAR CARVÃO COM ÁGUA ATRÁS DA PORTA NA QUARESMA? - POR EDUARDO DE OXOSSI

INTRODUÇÃO A Quaresma é um evento com sólida base católica e como tal carrega algumas simpatias que foram adotadas como ritos de Umbanda, a se observar, as casas em que seus dirigentes compactuam com a herança católica. Alguns terreiros de Umbanda acabam dando maior ênfase aos ritos de mesa branca, outros às matrizes africanas, outros a práticas xamânicas, outros ao espiritismo e assim por diante.   Há uma passagem na bíblia onde Deus anuncia que faria uma limpeza no Egito. Pediu que colocasse sangue nas portas para que a peste ao chegar ali reconhecesse que era uma casa de Deus e , por tanto, seus moradores não seriam afetados. O copo de água com carvão tem esta função analógica uma vez que as religiões de natureza Cristã não realizam mais sacrifícios de animais.   A Quaresma é reconhecida como a fase em que as coisas ruins, espíritos sofredores e de baixa magia estão soltas, fase que eles não podem ser presos, fase para que usem seu livre arbítrio para provar se estã

FECHAMENTO DE CORPO NA UMBANDA: ANTES, DURANTE OU DEPOIS DA QUARESMA?

O QUE É FECHAMENTO DE CORPO? Durante o ano todo o nosso corpo é exposto a diversas situações negativas: brigas, cargas, acidentes, problemas de saúde, insônia, aperto financeiro, medos, encrencas, etc. A ideia de "fechar o corpo" dentro de uma ótica espírita Umbandista é de "blindar", proteger, prevenir um médium e os frequentadores de fé de se exporem a estas adversidades. Muitos terreiros adotam o período de quaresma, mais especificamente a data da "sexta-feira santa" para efetuar este ritual. Outros preferem fazer o ritual no inicio. Outros preferem não fazer o ritual. Outros fazem o ritual mais do que uma vez ao ano. Quem está certo? Bom, cada casa tem a sua doutrina e cada doutrina o asé e orientação dos guias e mentores que assentam a casa. Longe de indicar um terreiro certo e outro errado, vamos começar entendendo sobre cada tipo: - Fazer o fechamento de corpo na sexta - feira Santa: Este é o mais tradicional de Umbanda branca. Q

COMO É A COROAÇÃO NA SUA CASA?

INTRODUÇÃO A Coroação é um ritual de consagração e reconhecimento da coroa de um médium para uma determinada função: tornar-se médium, tornar-se dirigente espiritual, fortalecimento, etc. Os seus elementos se diferem de casa para casa pois carregam a doutrina do local e os fundamentos dos guias que ali trabalham.  Na antiguidade, reis e rainhas eram coroados de acordo com o seu sangue real, sua missão, seu legado. O ato de "coroar" é conhecido e foi realizado no mundo todo. Atualmente, apenas países monarcas usam este ritual. Nas religiões, observamos o uso de coroas não apenas em atos sagrados de elevação, mas em rituais fúnebres. Jesus mesmo usou uma coroa de espinhos em seu sofrimento e posteriormente, coroa do espírito santo (na figura do pombo branco e raio de luz).  A coroação na Umbanda traz esta representação simbólica de força, elevação de grau, fortalecimento, consagração, fortificação, renovação, inspiração e aproximação com orixás de cabe

OS CHIFRES NA UMBANDA - POR EDUARDO DE OXOSSI

Antigamente, tribos utilizavam partes dos animais com diversos objetivos: - A pele que nos protegia do sol e do frio; - A pele que nos mascarava e nos camuflava de inimigos; - Chifres e rabos que serviam de culto pagão; - Elemento símbolo da força humana sobre as outras espécies animais; - etc. Alguns bruxos de tribo acreditavam que ao ter o chifre de um rinoceronte, por exemplo, o seu portador teria a mesma força do animal. "ter um chifre de animal" foi tornando-se simbologismo de ter a sua força. Na espécie animal dos búfalos, a disputa de poder e vitalidade se dá por uma batalha de chifres entre búfalos, onde o mais forte ganha o direito de liderar a matilha. Se olharmos a religião africana, Yansã é conhecida por usar o rabo de búfalo e como tal a sua força. Herdar uma parte animal como herdar a força que ele carrega já foi mais comum do que pensamos.   Na época medieval, reis cortavam a cabeça de outros reis e colecionavam suas coroas como simbolo de sua

ENTREGA PARA NANÃ BURUQUÊ - POR EDUARDO DE OXOSSI

INTRODUÇÃO Nanã (Sant'Anna) divide o trono da evolução com Obaluaê. Ela é a mais velha dos Orixás.  É a guardiã dos anciões, da argila, dos lagos, das águas turvas, da maturidade, da experiência, etc.  Podemos recorrer a Nanã para cristalizar, congelar, paralisar ou diminuir uma determinada situação, bem como, uma doença, uma briga, etc. Podemos recorrer a ela para adquirir mais maturidade, sabedoria e experiência para lhe dar com as adversidades do dia-a-dia.  ENTREGA PARA NANÃ BURUQUÊ Cozinhe sagu branco e vá pedindo a Nanã que interceda pela sua causa. Decore com ameixas secas e acenda velas Lilás e Branca. O ideal é usar pratos de barro ou alguidá, se não tiver, pode fazer no vidro. Coloque tudo sobre um pano Lilás até que as velas sejam consumidas. Os dejetos que não poluem a natureza podem ser despachados em um local de lodo, lama ou semelhante. Evite despachar itens como vidro, por exemplo, pois eles são extremamente prejudiciais a natureza.  Faça

MOTIVOS PARA SORRIR: YEMANJÁ CUIDA DOS FILHOS SEUS!

Curimba Toque de Ouro -“Motivos pra sorrir” Autor: Gabriel Cherubin / Intérprete: Cristiano Umbanda Eu pedi um abraço e ela me deu Eu pedi amor e ela não negou Iemanjá olhai pelo filho seu Iemanjá cuida do seu Iaô {BIS} [Refrão] Quando a vida era só tristeza Pelos caminhos pedras e rancor Eu fui na praia falar com Iemanjá E a rainha do mar minha vida mudou Refrão Ela me da motivos pra sorrir Mesmo o mundo me fazendo chorar Se com ela a vida anda difícil Sem ela eu sei que não posso caminhar Refrão Suas ondas eram meu refúgio O meu castelo era o fundo do mar Cada estrela era testemunha Do meu amor por mamãe Iemanjá Refrão Minha oração é de corpo e alma O seu canto me faz emocionar O meu presente é a flor mais bela Minha coroa é de Iemanjá

A CALUNGA: POR TRANCA RUA DAS ALMAS

Calunga é cemitério. Quem está dentro pode querer se levantar e sair, mas fora da cova não pode ir.  Quem está fora, passa longe, pois para dentro tão cedo não quer ir. Lá é um lugar de paz para quem se comportou e ao mesmo tempo o inferno para quem se revoltou. Lá é campo de trabalho para as falanges de cemitério, cruzeiro e almas. Dizem os Ogans que Cemitério é praça linda, mas ninguém quer morar lá. O problema é que querendo ou não querendo, o Cemitério é praça grande onde Exu vai morar. Calunga é chão santo de Omolu. Calunga é chão santo de Eguns de Yansã. Calunga é chão santo das almas do rosário de Pretos Velhos. Calunga é casa de Tranca Rua das Almas, Maria Padilha das Almas e colegas Caveiras. Calunga é ponto de força, é ponto de despacho, é ponto de encontro. Lá é local de reza, de vela, de flores, de terra. Mais tempo, menos tempo, Calunga é a sua futura casa. Respeite a Calunga para ser respeitado. Tenha temor

ORIXÁS NA UMBANDA: UM DEUS, SETE LINHAS E MUITOS ORIXÁS

Um livro de cabeceira para quem é curioso e deseja conhecer mais da manifestação dos Orixás pelo mundo é o "ORIXÁS NA UMBANDA: UM DEUS, SETE LINHAS E MUITOS ORIXÁS" de Alexandre Cumino. Confira a Sinopse abaixo.  Sinopse: Neste livro você entenderá de uma vez por todas o que são e quem são os Orixás na religião Umbanda. Esta obra trata o assunto de modo simples, fácil de ler e de maneira didática, o que a torna acessível a todas as pessoas que querem este conhecimento. O autor mostra que os Orixás são Divindades de Deus, manifestações divinas, e isso quer dizer que são individualizações do próprio Criador em suas qualidades e sentidos. Alexandre Cumino enfatiza que assim como a visão da Umbanda acerca de espíritos e Divindades se difere da visão do Espiritismo, da mesma forma se difere do Candomblé e dos cultos de nações africanas. Os Orixás têm uma origem cultural africana Nagô Yorubá; no entanto, para a Umbanda, o que importa é a Divindade em si e suas qua

ESCLARECIMENTOS SOBRE OGÃ E ATABAQUES NA UMBANDA

QUEM É O OGÃ? É o membro responsável pelos toques e Curimba. É o zelador dos atabaques, quem cuida e zela pelo seu toque e bom funcionamento.  TIPOS DE ATABAQUES Na Umbanda, reconhecemos 3 principais atabaques:: RUM, RUMPI e LÊ.  O Rum é o atabaque maior com som mais grave, é o atabaque responsável em “puxar” o toque do ponto que está sendo cantado, no Rum ficaria os Alabê, Ogâ, ou Ogâ de Sala, como é conhecido por todos, seria o Ogâ responsável pelos toques, o “Pai”. O Rumpi é o segundo atabaque maior, tendo como importância responder ao atabaque Rum, e o Lê seria o terceiro atabaque onde fica o Ogâ que está iniciando ou aprendiz que acompanha o Rumpi. O Rum também é responsável para dobrar ou repicar o toque para que não fique um toque repetitivo. Os três atabaques que fazem soar o toque durante o ritual também são responsáveis pela convocação dos deuses. Além dos atabaques, algumas casas usam também o agogô e o xequerê. Os Atabaques são instrumentos de gran

O QUE É SER PAI E MÃE DE DE SANTO?

Ser pai/mãe de santo é: Abrir a sua casa para pessoas conhecidas e desconhecidas. Doar seu tempo para caridade e para o desenvolvimento mediúnico de filhos. Aprender a lhe dar com a ingratidão e a falta de reconhecimento pelo serviço prestado. Aprender a lhe dar com o fato de só ser lembrado e procurado quando alguém precisa de você. É zelar por um ilê e os Orixás que ali habitam. É zelar pela falange e Orixás dos filhos de santo. É proteger sua casa contra qualquer carga ou demanda. É estudar a vida toda. É firmar Exu toda segunda-feira. É vestir branco às sextas. É Rezar por aqueles que nem sabe que estão sendo beneficiados pela caridade. É servir de escudo. É servir de lança. É servir de espada. É servir de arco e flecha. É servir de modelo. É não poder errar. É trazer novos mentores em terra. É estabelecer a ordem e capacitar a doutrina. É gerir pessoas e conflitos do ilê. É gerir as obrigações

COMO SÃO OS FILHOS E FILHAS DE OMOLU E OBALUAÊ?

O QUE É ARQUÉTIPO? É o tipo de personalidade, traço ou comportamento que uma determinada pessoa tem quando sob irradiação de um determinado Orixá. Dizemos que a pessoa que tem tal Orixá de cabeça tende a ser mais desta forma e menos de outra. É claro que este assunto é muito amplo e polêmico, pois estas características ainda sofrem variações de casa para casa. Para saber mais sobre os arquétipos dos Orixás ou como são os filhos de cada Orixá  Clique aqui! COMO SÃO OS FILHOS E FILHAS DE OMOLU E OBALUAÊ? Estrutural:  Saúde, espiritualidade, evolução, energia, pensamento, reflexão, ocultismo, coragem, julgamento, justiça, espontaneidade, etc.  Dinâmico positivo:  Resistência, curam-se com facilidade, lutam para viver, vigor, prestatividade, valentia, porte físico, fidelidade, respeito, bom ouvinte, etc. Dinâmico Negativo:  Adoecem com facilidade, envelhecem de forma precoce e com doenças, lentidão, brutalidade, obsessão, impulsividade, individualismo, desmoti

ORAÇÃO A OXOSSI

Pai!  Vós que sois o mantenedor do campo, nunca me deixe faltar alimentos a mesa. Vós que sois o mantenedor das matas, me cubra com o segredo e proteção das folhas. Vós que sois o mantenedor da inteligência, me instrua rumo aos melhores caminhos. Vós que sois a referência para camuflagem, me ensine a fugir de armadilhas.  Vós que sois o próprio Caçador, me ensine a caçar meus objetivos. Vós que sois o dono do arco, me ensine a mirar certeiramente! Pai! Cubra-me no segredo das matas, unja-me no poder dos mistérios sagrados da Umbanda, Livra-me das ovelhas disfarçadas de cordeiros, Toma as minhas dores diante do que eu não vejo, Seca os recursos dos meus inimigos para que não mais consigam praticar o mau, Pai! Quem com lança feri, com lança seja ferida para que aprenda o valor da empatia. Afasta de mim pessoas má intencionadas que possam me afastar da minha missão. Desmascara o dissimulado, apresenta o falso e seca o in

INDICAÇÃO DE LEITURA: INCORPORAÇÃO NÃO É POSSESSÃO!

Você está começando na Umbanda agora e deseja saber mais sobre ela? Aqui vai uma ótima indicação de leitura: INCORPORAÇÃO NÃO É POSSESSÃO! De: Alexandre Cumino (Vestido na foto acima om a camiseta do colégio Pena Branca) RESUMO A Umbanda já completou mais de cem anos de existência neste mundo e, no entanto, até agora não havia nenhum título específico sobre a mediunidade de incorporação umbandista. Este é o primeiro título que aborda de forma simples e prática o desenvolvimento mediúnico de incorporação na Umbanda, refletindo sobre as dificuldades e conflitos pelos quais passam a maioria dos médiuns de incorporação. E não para por aí, Alexandre Cumino fala da experiência única de ver o mundo por meio dos olhos dos guias de Umbanda e da beleza mística de viver isso em sua vida. Este livro é recomendado tanto para médiuns iniciantes quanto para os mais experientes na incorporação umbandista, somando e construindo uma cultura teórica que em muito colabora para a prátic

MAGIA DE YEMANJÁ PARA AFASTAR FOFOQUEIROS

INTRODUÇÃO Para Umbanda Sagrada o Orixá Yemanjá é regente do trono da Geração junto ao Pai Omolu. Yemanjá é quem dá a vida, rege as famílias e as cabeças, portanto, muito dos relacionamentos humanos inclusive os interpessoais.  Uma Yemanjá negativada atrai fofoca para si e para as pessoas a sua volta. Vamos ensinar uma magia simples dentro da vibração de Yemanjá para afastar a fofoca.  INGREDIENTES E PREPARO Em um recipiente coloque canjica cozida branca (bem selecionada) regada de alfazema. Em outro, coloque água de melissa com água do mar. Acenda uma vela azul clara e dedique esta entrega a Yemanjá.  Se você não pode ir ao mar, deixe a entrega em um local sagrado para você e depois de 7 dias, pode descartar os perecíveis em água corrente e os recipientes no lixo ou reutilizá-los se for da doutrina da sua casa.  A Magia deve ser feito no Sábado (dia desta yabá) e preferencialmente sob lua minguante para que a energia dos fofoqueiros seja toda minguada. 

NOMES DE ERES NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A linha de êres de Umbanda é diferente do Candomblé. O Candomblé segue nações (Ketu, Gêge, Nago) e como tal, sua doutrina antecede a Umbanda (religião criada posteriormente). No Candomblé a linha de crianças é tratada como "Ibejis" e seu nome geralmente acompanha o Orixá de cabeça do médium, ou seja, para um filho de Oxossi, o erê pode ser chamado de flechinha, para um êre de filha de Oxum, pode ser por exemplo, a erê pepita e assim por diante.  A Umbanda é uma religião 100% brasileira que se utiliza de conceitos de outras religiões como as religiões indígenas, o espiritismo, o catolicismo, etc. Como tal a sua linha de êres é regida por Cosme, Damião e Dum.  Podemos ter nomes oriundos do catolicismo (João, Maria, Gustavo, Pedro, Matheus, etc), nomes das religiões indígenas (flechinha, caboclinho do mato, caboclo mirim, etc), afrodescendentes (Pedreirinha, pepita, cachoeirinha, etc). A Umbanda permite essa flexibilidade em virtude da sua formação doutr