Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

MAGIAS BRANCA COM MEL DE OXUM: PROSPERIDADE, AMOR E SAÚDE

INTRODUÇÃO Oxum (Nossa senhora de aparecida na Umbanda) é o Orixá que rege o trono do amor junto a Oxumaré (São Bartolomeu). Ela emana energia sobre o amor, o ouro, a prosperidade, o ventre materno, as bruxas Yamins (No Candomblé), foi a única Orixá feminina a ter acesso e direito ao jogo de búzios, enganou Exu, rege a sensibilidade, a beleza e as águas doces. Entre as coisas em que Oxum atua, rege também o MEL.  O mel é um alimento produzido originalmente pelas abelhas encontrado em estado líquido, denso e açucarado. Diz que Oxum é guardiã dos apicultores junto a Oxossi (São Sebastião), pois a abelha pertence a ele e o mel a Oxum, logo, o apicultor (profissional que manuseia as abelhas para produção de mel) estaria diretamente ligado a estes dois Orixás.  Além de ser utilizado como adoçante, o mel sempre foi reconhecido devido às suas propriedades terapêuticas. A apiterapia é a utilização de produtos derivados de abelhas em tratamentos terapêuticos. Diversos estudos

NECESSIDADE DE SE MOSTRAR: DO GUIA OU DO MÉDIUM?

A mediunidade é um fenômeno pelo qual uma pessoa incorpora seu guia e mentor de trabalho para prática da caridade nas religiões espíritas. Em especial na Umbanda, a incorporação pode ser consciente ( o médium vê os movimentos do guia, mas não os controla), inconsciente (o médium não lembra do que fez) e semi - inconsciente (dividir momentos entre um e outro). Neste processo, caso a matéria (aparelho mediúnico) não esteja bem tratada em termos de espiritualidade, comportamento, personalidade e doutrina, ela pode executar de maneira negativa o que chamamos "passar na frente do guia". Guias espirituais são seres de luz e já estão em estado de evolução superior aos nossos. Nós por outro lado, estamos em busca de evolução constante. Em alguns terreiros, médiuns veteranos ou novos lutam por espaço físico, por espaço para aparecer mais com o seu guia, por uma roupa mais cara e até mesmo limitam-se a incorporar apenas quando cantam pontos para suas entidades.  Este tip

TRONO DO AMOR: OXUM E OXUMARE

INTRODUÇÃO Oxum (Nossa senhora de Aparecida), considerada na Umbanda como a deusa do amor, da beleza e do ouro representa o lado positivo do trono do amor (uma das sete linhas de Umbanda) juntamento com Oxumaré ( Clique aqui para acessar o texto de Oxumaré que publicamos). Oxum atua na vibração e irradiação do amor movimentando os seres vivos rumo a relacionamentos (carnal, material, pessoal, familiar, etc). Ela estimula o que psicólogos e psicanalistas chamam do "princípio do prazer".  Dotada de grande beleza, vaidade, sensualidade, traduzida com jeito de menina, Oxum é a deusa do amor (Em alguns países da Grécia sincretizada como a própria Afrodite). É a mais feminina, dengosa e delicada de todas as divindades da Umbanda. Rege ainda a fertilidade, o ventre feminino, a gestação, as águas doces do planeta, as mesmas águas que irrigam os nossos campos garantindo fartura, as mesmas águas que são responsáveis pela vida. Oxum é ainda guardião dos minerais, em

PONTOS CANTADOS DE PRETO VELHO NA UMBANDA

A linha de Pretos Velho consiste em uma das linhas mais antigas da Umbanda. Foram eles juntamente com a linha de caboclos, mais especificamente o Caboclo das Sete Encruzilhadas que contribuíram em grande parte com o surgimento e a propagação da Umbanda no Brasil. Trata-se de uma linha de vibração simples, humilde e que em sua simplicidade traz grande ensinamento, conselho, asé, benzimento, orações e caminhos.  Representam a simplicidade e a sabedoria (passada de geração em geração) dos escravos. Representam o homem vivendo em harmonia com a natureza, vivendo independente do capitalismo e os vícios do "homem branco", vivendo e aprendendo com situações difíceis e sofridas, vivendo em comunidade e tirando um lado positivo de tudo a sua volta.  PONTO DE CHAMADA DE PRETOS VELHO Um navio negreiro, vem beirando o mar Trazendo os africanos para trabalhar, Oh saravá povo de Congo,  Sua gira é formosa em qualquer lugar   Um navio negreiro, vem beirando o ma