Pular para o conteúdo principal

QUIZILA E CARACTERÍSTICAS DA LINHA DE OXUMARÉ

INTRODUÇÃO

Oxumaré (Ou Oxumarê), no sincretismo religioso visto como "São Bartolomeu" na Umbanda faz pólo com Oxum, no sincretismo religioso visto como "Nossa Senhora de Aparecida" no trono do amor (uma das sete linhas de Umbanda). Já no Candomblé, não encontramos a questão do sincretismo religioso católico e ele é cultuado como um dos mais diversos orixás existentes. 

Trata-se de um dos Orixás mais ricos em herança de mitologia, pois sua forma (metade homem e metade cobra, sendo que a parte homem atua 6 meses no pólo masculino e 6 meses no pólo feminino a cada ano) abrangem diversas lendas interessantes e que estimulam a criatividade ao imaginá-la.



Oxumaré é a dicotomia, a duplicidade, a união, a analogia, a controvérsia, a diversidade, o dueto (até sua própria imagem de uma cobra que morde o próprio rabo em simbologia de infinidade, círculo, ciclo, começo, meio, fim e recomeço). É o homem e a mulher em seu aspecto primitivo. É instinto. É misticismo e impulsos. 

Na maioria de suas lendas diz-se que ele passou metade da vida em terra e metade junto aos Orixás, a dualidade está sempre presente em seu ponto de força e consequentemente em seus filhos. Sua vivência entre a terra e o ar esta ligada à evolução espiritual e carnal (simbologia representada pela figura do Arco-Íris e a Cobra). Durante seis meses está ligado ao espaço, às situações espirituais e nos outros seis meses está ligado a terra, na forma que mais se tem contato com ela: a cobra. Não possui pernas e então está fadada a estar entregue de forma inteira com seu corpo no contato com o chão, com o sólido, com o caminho.

Filhos deste Orixá apresentam em seu arquétipo: a dualidade HUMANA, a falsidade (quando em polo negativo), a indecisão, a mudança de humor, a mudança de estilo de vida, vão do sólido ao criativo no mesmo ano. A ligação com a vida terrena e o plano espiritual, por exemplo. A ligação do homem com sua religião. Oxumaré está ligado diretamente ao corpo humano através da constante renovação de suas células, ideias, corpo e alma. Elas morrem e nascem anualmente (como a cobra que troca de pele).  

Em outras leituras ele aparece como filho mais novo de Nanã, irmão de Omolu. Aparece como uma entidade muito antiga que pôde participar da criação do Mundo. Representa o alicerce e sustentação do Universo, controle dos astros e do oceano em ciclos e movimentos. Rastejando pelo Mundo, desenhou seus vales e rios. A cobra no Candomblé é sagrada e dificilmente uma casa fará algum sacrifício com este animal em respeito ao orixá.

 Sua essência é o movimento, a fertilidade, a continuidade da vida. A comunicação entre o céu e a terra, entre o homem e o sagrado, entre o real e o espiritual. Ele leva a água dos mares, rios e cachoeiras para o céu, para que a chuva possa formar o arco-iris, o que chamamos carinhosamente de “grande cobra colorida”. 

O QUE É QUIZILA?

Quizila ou Ewó é tudo aquilo que o santo rejeita ou que o desagrada. Pode ser desde uma atitude comportamental, como um preceito ou conduta (não comer carne no dia de gira, filho de Oxalá destruir a paz, filho de Oxum destruir o amor, filho de Xango destruir a Justiça, etc), ou ainda, algum item de magia, trabalho ou entrega (Como por exemplo pinga para trabalhos de Oxalá, me para trabalhos de Oxossi, ferro para trabalhos de Nanã, etc). 

A Quizila é muito mais abordada no Candomblé do que na Umbanda e geralmente está fundamentada em na lenda do orixá e pode ter variações de casa para casa, e consequentemente, de pai para pai de santo. Para maiores informações navegue no nosso blog e veja outros textos sobre quizila de santo.

QUIZILA GERAL X ESPECÍFICA

A quizila pode ser específica (para aquele santo) ou geral (que desrespeito a cuidados a qualquer filho de santo), como por exemplo, como defende Giselle Cossard-Binon (ou Giselle de Yemanjá), uma Ialorixá de grande influência no estado do Rio de Janeiro, que diga-se de passagem também é Antropóloga e escritora brasileira:

"Os outros seres podem carregar consigo más influências e (a filha de santo) não deve deixar ninguém se sentar ou se deitar em sua esteira ou cama. Não terminará o que outra pessoa começou; não pode fechar o que alguém abriu e evita deixar gavetas, caixas ou malas abertas. Não come o resto dos outros, não usa suas roupas, não come nem bebe em recipientes já usados por alguém. Não recolhe lixo com as mãos; não recolhe lixo que outra pessoa varreu. Cuida para que ninguém passe o braço, a mão ou um objeto qualquer em cima de sua cabeça, pois é lá que está seu orixá" (Cossard-Binon 1981, p.134).

QUIZILAS DE OXUMARÉ

Como a maior parte das lendas afirma que Oxumaré se irritava com a chuva, pode-se dizer que a primeira quizila, Ewó ou proibição para os filhos deste santo e seus trabalhos é a própria água da chuva. Embora os assentamentos de Oxumaré geralmente são colocados ao ar livre (pois costumam atrair cobras), não podemos esquecer que ele em uma das suas dualidades não tolerava a chuva (pois em excesso, estragavam suas colheitas e plantações). Diz que quando Oxumaré aponta sua faca de bronze para o céu, ele desenha um ARCO-ÍRES fazendo a chuva passar. 

Ao fazermos uma pesquisa pela internet encontramos divergências sobre a quizila deste Orixá (bem provavelmente pelo fato de que a doutrina e o conhecimento muda de casa para casa), por exemplo, tem casas em que um tipo de entrega para Oxumaré é uma cobra feita de batata doce pilada e decorada com amendoim (olhos), milho e outros grãos para decorar o corpo. Já em outras casas, estes itens são tidos como "Quizila do santo". Na dúvida sobre este assunto, indicamos que procure o seu pai de santo, pois é preciso aprender o que é "Quizila" dentro do chão que você frequenta. 

Uma outra lenda conta que Ovos são quizilas para este Orixá por uma razão óbvia: ele é metade réptil! Portanto, não se entrega um agrado ao santo matando sua própria espécie. Se olharmos a evolução das espécies no planeta terra e aquela velha pergunta "quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?", a resposta certamente será o Ovo, pois ele veio primeiro nos organismos dos répteis (primeiros seres que habitaram a terra, tal como os dinossauros) e depois, com a evolução natural (teoria de Darwin), vieram as galinhas e demais animais que botam ovos, então em sua essência, ovo é ovo e neste ponto de vista não se entregaria a este Orixá.  

CARACTERÍSTICAS DA LINHA

Cor: Dourado, Azul e/ou Verde
Dia da semana: Em algumas casas é a Terça-Feira em outras Domingo.
Saudação: Arroboboi Oxumaré
Plantas e ervas: Goiabeira, Groselha, Capim-Limão, etc. 
Comida típica: Batata doce (depende da casa), feijão fradinho, dendê, amendoim (depende da casa),   

OXUMARÉ É QUALIDADE DE OXUM?

Não! Nem na Umbanda e muito menos no Candomblé!!!!



Esta confusão ocorre geralmente pelos seguintes fatores: A) Sua nomenclatura é semelhante Oxum>Oxumarê, desta forma gera assimilação porque combinam o prefixo; B) O local de entrega de suas oferendas são geralmente rios e cachoeiras, uma vez que a água em estado físico alterado se faz o arco-íris nestes locais. É muito comum, em dias ensolarados observarmos gotas refletindo cores em queda d'água, portanto, não é à água doce de Oxum que se entregam as obrigações de Oxumaré, mas sim o local de nascimento do arco-íris ali representado; e C) Na Umbanda, religião completamente diferente do Candomblé, há o entendimento de que se trata do mesmo Orixá (pois ambos representam o trono do amor). Cultos de Oxumaré não são muito executados em terreiros de Umbanda, talvez isso contribua com a junção dos dois Orixás em um só.

VÍDEO AULAS SOBRE LENDAS DE OXUMARÉ

Abaixo um vídeo realizado pelos alunos da escola "Dragões do Mar" sobre uma das lendas de Oxumaré:



Abaixo vídeo aula da instituição "Astromilênio" sobre outra leitura de Oxumaré:



ORAÇÃO DE OXUMARÉ

Fonte: http://http://centropaijoaodeangola.com.br/

Amado e Divino Pai Oxumarê

Clamamos vossas sete luzes divinas renovadoras dos nossos sentimentos já cansados e esgotados pela luta do ser e existir. Amado pai nos envie vossos fatores positivos para que inundados com eles possamos ser instrumentos renovadores na vida do nosso semelhante e na nossa vida.

Dilua todos negativos que vivem no nosso intimo, todas impurezas e vícios que carregamos no decorrer de nossas encarnações. Envolva com suas cores vivas todos espíritos sofredores que estejam ligados a nós neste momento ou a cordões cármicos, e envolvidos nas nas vossas cores sagradas que eles sejam curados, tenham suas dores aliviadas e seus mentais reequilibrados dos tormentos que eles carregam, dilua meu Pai e renove neles os sentimentos positivos e a busca pela evolução rumo ao Divino Criador Olorum.

Pai também clamamos que envie suas forças renovadoras aos hospitais, presídios, orfanatos, asilos e a todos que imploram por uma nova chance de evoluir e que se encontram na escuridão por ter se afastado do Divino Criador. Olhe por nossos familiares e amigos encarnados ou desencarnados que eles recebam a benção das sete luzes vivas e divinas do Arco-Iris Sagrado. E por fim meu Pai ilumine todo planeta, leve vossas cores aos que só enxergam escuridão e nos livre dos tormentos negativos, nos proteja hoje e sempre na nossa caminhada evolutiva no maravilhoso Planeta Terra!!!

Saravá Pai Oxumaré

Arrobobo

PONTO CANTADO PARA OXUMARÉ




INDICAÇÃO DE LEITURA



- Contribution à l’Étude des Candomblés du Brésil. Le Rite Angola. (3eme cycle), 1970

- A Filha de Santo, In: Carlos Eugênio Marcondes de Moura (org.). Olóòrisà: Escritos sobre a Religião dos Orixás. São Paulo, Ágora, 1981.

- A Antropóloga Diz, In: Hubert Fichte. Etnopoesia: Antropologia Poética das Religiões Afro-Brasileiras: 39-91. São Paulo, Brasiliense, 1987.

- AWÔ, O Mistério dos Orixás. Ed. Pallas, 2007.[1]

- Blog http://candomblefilosofia.blogspot.com.br/p/orixas.html 

- Blog http://http://centropaijoaodeangola.com.br/oxumare_91.html

Comentários

  1. Olá, gostei muito da abordagem , escrevi um artigo falando um pouco sobre a origem da palavra , inclusive tem uma música que fala sobre .

    página do Cantor : http://www.nandooficial.com/
    Página do artigo :
    http://nandobrasileiro.tumblr.com/post/135136169777/nandobrasileiro-voc%C3%AA-sabe-o-que-%C3%A9-quizila

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

POR QUE OS ORIXÁS COBREM O ROSTO NO CANDOMBLÉ?

Foto de Oxum Recebi esta pergunta de um internauta neste mês de junho e embora o nosso blog seja voltado ao estudo da doutrina espírita, é sempre muito válido estudarmos as outras religiões espíritas. Conhecimento nunca é demais! Para responder a esta pergunta vamos ter que recorrer a um pouco de "História". Há muito tempo atrás, em especial na África, os primeiros reis e rainhas eram tidos como sagrados, como se fossem seres escolhidos pelos deuses para reinar na terra e, portanto, muito elevados em relação ao seu clero, sua população, povo, etc. Elevados ao ponto destes não serem dignos de verem os seus rostos.  Nas roupas de santo do Candomblé, muitas nações em cobrem os rostos dos filhos com Adês (Coroas) análogas a da realeza. Muitas delas acompanham uma espécie de cortinas em forma de franja de miçangas (Imbé), como respeito ao Orixá e de certa forma dizendo que não somos dignos de ver o seu rosto quando incorporado em terra. A derivação de outros materia