Pular para o conteúdo principal

CONTO DE CABOCLOS MIRIM: UMA REFLEXÃO PARA O DESENVOLVIMENTO MEDIÚNICO NA UMBANDA



Conta o Caboclo Flecheiro de Aruanda uma fábula interessante sobre 2 caboclos mirins ("caboclinhos"):



Curama e Cuabara eram dois irmãos filhos do Cacique da aldeia e um deles estaria fardado a assumir este papel na tribo. Eles eram como a lua e o sol. Curama era calmo, Cuabara era agitado. Curama era introvertido, Cuabara era extrovertido. Curama era perfeccionista, Cuabara era prático. Curama era o o irmão mais novo e Cuabara o mais velho. 

Uma noite, o Cacique anunciou que Curama seria o novo cacique da aldeia. Indignado, Cuabara foi até seu pai pedir explicações:

- Pai, como pode optar por Curama sendo eu o mais velho?!
- Estou pensando em guerrear com a tribo Indaiá, pode ir ao estábulo ver como estão nossos cavalos?

Sem entender nada, Cuabara foi velozmente ao curral e voltou.

- Como estão os cavalos? (Disse o pai)
- Estão bem! Mas não faz sentido algum esta conversa! Se vamos entrar em guerra, não podemos perder tempo! Estou pronto para ser o Cacique! Deixe-me liderar o exercito até o objetivo! (Disse Cuabara)
- Sente-se. (Disse o pai) e logo em seguida mandou chamar Curama.

Curama entra na oca e o pai faz a mesma pergunta:  

- Estou pensando em guerrear com a tribo Indaiá, pode ir ao estábulo ver como estão nossos cavalos?

Muitos minutos depois de Cuabara, Curama volta e o pai pergunta:

- Como estão os cavalos? 
- Temos hoje 30 cavalos, mas infelizmente, 5 são idosos e não podemos contar com sua velocidade. 7 são muito jovens e não podemos contar com sua astúcia. Aproveitei e sinalizei o ferreiro para ver o estoque de ferraduras e celas. Temos o suficiente para os 30 cavalos sem hesitar. Da ultima vez que estivemos em negociação na tribo Indaiá observei que eles tem o triplo dos nossos cavalos! Se me permite a observação meu pai, precisaremos de mais cavalos para equilibrar a conta. Por outro lado, eles são grande em número e em velocidade, mas são pouco espertos. Seu ultimo ancião morreu em batalha e a maior população deles são mulheres e crianças. Estou a sua disposição para tentarmos mais uma negociação meu pai, porém, se for inevitável a guerra, pode contar comigo. 

O pai agradece e libera Curama. Vira para Cuabara e pergunta:

- O que você me perguntou mesmo meu filho?

Cuabara abaixa a cabeça, agradece ao pai e se retira. 

MORAL DA HISTÓRIA   

Quem nunca ouviu um filho de santo julgar as ordens e escolhas do seu pai de santo? Assim como neste conto, em um terreiro não é o índio que se avalia pronto, mas sim o cacique daquela aldeia. Cada terreiro tem seu Cacique e , portanto, suas regras de como desenvolver seus membros, como desenvolver a sucessão, como preparar seus integrantes para batalhas, que batalhas entrar, etc. 

As vezes temos determinada característica e achamos que somos superiores aos outros. Se introvertido ou extrovertido, ser rápido ou lento, é insuficiente para elegê-lo a um próximo passo se você não sabe os requisitos deste "próximo passo". Não é a idade ou tempo de casa que nos qualifica para uma atuação diferenciada na tribo, tampouco no terreiro. 

Quer se desenvolver? Aqui vão algumas dicas que podemos tirar com esta história:

- Mais importante que o ritmo é a direção. 
- Quanto mais autogerenciar o seu comportamento, menos tempo vai perder com o comportamento do irmão. 
- Se você é índio, respeite as decisões do seu cacique. 
- Não perca tempo se comparando com os outros. Tente refletir porque o outro e não você. 
- Não tenha pressa. 
- Não tenha ego.
- Não se envaideça.
- Parentesco não encurta cargo.
- O que fala sobre a nossa personalidade são nossos atos e não o "que achamos que somos".
- Cuidado para não achar que está abalando e na verdade suas atitudes estão lhe transformando em uma vergonha. Quem não consegue melhorar enquanto ser humano dificilmente conseguirá melhorar o próximo. 
- Olhemos a nós antes de olhar o outro.
- Quando quiser o que o outro tem, tente ao menos fazer o que o outro faz, não por inveja ou cobiça, mas por admiração. E quando copiá-lo nas suas atitudes, lembre de dar crédito a isso! Gratidão e humildade são premissas básicas de uma guerreiro do asé! 
- Não queira ser mais do que você é. Todos temos o nosso brilho.


   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

MAGIAS COM MAÇÃ NA UMBANDA

A maçã é uma fruta afrodisíaca com diversos benefícios para o organismo humano. Ela combate o envelhecimento, ajuda no controle do hálito, controle de diabetes (por ser rica em pectina), controle do colesterol, etc. No geral, frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos.  A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40% (Fonte: Ciclovivo.com.br). A Maçã ainda é indicada para combater problemas respiratórios