quinta-feira, 15 de agosto de 2019

LENDA: YANSÃ TRANSFORMA DOENÇA DE OBALUAE EM PIPOCA




Nesta lenda conta-se que Obaluae era um menino muito desobediente (tal como são seus filhos!) só aprendia com castigos, inclusive em um de seus castigos sua mãe Nanã o castigou com varíola por desobedece-la em brincar em um jardim pisoteando em suas flores.

Para quem não sabe a Varíola é uma doença contagiosa aguda (oficialmente declarada extinta do planeta na década de 1970), de origem viral, caracterizada por febre, dor no corpo, vômitos e lesões cutâneas.

Obaluae cresceu e mesmo com a tal peste tornou-se um homem muito bonito, todavia, com vergonha pois em sua adolescência foi apontado pela doença e ninguém queria chegar perto dele, ele decidiu se cobrir com palha para isolar-se das pessoas.

Já adulto, despertou a curiosidade de uma geniosa guerreira chamada Yansã. Com a dança fez ventar e soprou a palha de Obaluae e viu que o belo moço estava doente. Com magia do vento, do fogo e do dendê ventou sobre Obaluae e suas feridas caíram como pipoca.



Deste dia em diante Obaluae ficou abençoado com o poder das doenças (Advindas da idade, da evolução e dos castigos de sua mãe Nanã) e da cura com a magia dos ventos de Yansã. Até os dias de hoje é possível adoecer e curar-se com o vento, com os sopros e com o ar.

Em outras lendas, aparece Obaluae sendo curado por Yemanjá, inclusive que incentivou a criação do ponto “Yemanjá ouvindo aquele choro, a beira mar ela foi surgindo, pegou Obaluae em seus braços e em alto mar com ela foi morar...”, mas esta já é uma outra lenda e fica para um outro texto.

Abc,
Pai Eduardo de Oxossi

MARABO DA PRAIA - POR EDUARDO DE OXOSSI




Por Eduardo de Oxossi


Certa vez me deparei com um médium que trabalhava com seu Marabo da praia. Conversando com ele, me explicou que a praia nada mais era do que a Calunga grande, portanto, que eu poderia também chamá-lo de Marabo da Calunga.

Naturalmente Marabo atua na vibração de Xango e Yansã, mas esta falange atuava também nos caminhos de Yemanjá. Marabo é Exu de Justiça e sobre as águas ajudou muita gente em problemas na família.

Utilizando as águas fazia com que sua justiça pudesse ir e vir, de um continente ao outro, de uma maré a outra. O Mar é campo da geração, da família, da criatividade, Marabo da Praia podia portanto, gerar, atuar, inovar, nas justiças familiares (Problemas de herança, divórcio, abandono de incapaz, agressão no lar, traição de casal, etc.

Todo Exu pode ajudar nestes casos, porém, na conversa com este guia, me ficou claro que além de poder atuar, ele estava em um campo santo que era sua missão guardiã defendê-lo. Exu (Lei) Marabo (Justiça) da Praia (Campo da geração e calunga grande das almas).

Seu Marabo da praia é um dos diversos exus que protegem os caminhos dos marinheiros, pescadores, famílias de beira mar cujo sustento vem das águas. Seu Marabo da Praia atua com a justiça nos mares (Pirataria, furtos de navios, invasão de ilhas, naufrágios, guerras marinha, etc).
Laroye!

segunda-feira, 29 de julho de 2019

O QUE É BRUXARIA? POR FABIANA DE YEMANJÁ




A palavra Bruxaria, tem sido um assunto fascinante para uns e ainda é aterrorizante para outros e tem sido assim em todos os povos e em todas eras. Assim como a mídia muitas vezes pinta a imagem inadequada de uma religião, ciência ou fato, não é diferente com a Bruxaria.  A mídia replica um recorte e cada um interpreta de acordo com a amplitude de sua visão e maturidade.

Segundo a língua portuguesa,  a palavra Bruxaria designa a execução de rituais de cunho sobrenatural com a intenção de obter benefícios pessoais,  sendo também utilizada como sinônimo de cura espiritual,  prática oracular e feitiçaria.

Existem vários tipos de Bruxaria. A WICCA, por exemplo é uma religião neopagã, tornou- se conhecida por meio de Gerald Brosseau Gardner em (1884-1964). A religião celebra a vida e a morte por meio de festivais sazonais conhecidos como “Sabas”.

Nos Sabas os praticantes se reúnem para agradecer ,meditar,  prestar culto aos Deuses e projetar desejos futuros. Além dos Sabas que são relacionados a ciclos solares , os wiccanos também se reúnem em ciclos lunares conforme sua necessidade.

Um outro tipo de Bruxaria é a Bruxaria natural a qual eu prático, amo e admiro tanto quanto ser Umbandista. A Bruxaria natural é  tão antiga quanto a religião WICCA, não tem data certa do início de sua prática. Nesta modalidade não é prestado culto a divindades, ao invés da crença de Deuses, reconhece-se e Deusa Gaia(mãe terra).Na bruxaria natural fazemos muitos rituais nos ciclos lunares e com as forças naturais.



Usa-se muito a palavra gratidão em todos os rituais, desde os alimentos que recebemos da nossa mãe Terra, até a luz do Sol que recebemos devem ser agradecidos sempre. Na bruxaria natural os elementais (terra , água ,fogo e ar), estão presentes nas maiorias das consagrações das poções, dos pós e instrumentos mágicos como o livro das sombras , a bola de cristal e espelho negro.

É costume que em rituais que envolvam projetos pessoais ou de família, seja realizada a queima de pedidos no caldeirão, pois embora as bruxas tenham se modernizado, nunca perderam suas raízes. Alguns instrumentos mágicos da bruxaria natural não precisa ser comprados pois pode ser retirado da própria natureza.

O que o wicca e a Bruxaria natural tem em comum é que ambas fazem uso de ervas, pedras e a magia Elemental. Na bruxaria natural prega-se  que não devemos interferir no livre arbítrio alheio, ou seja, toda ativação mágica é cuidadosamente pensada para não interferir nas leis do universo.

A WICCA  segue um dogma: “faça o que quiser, desde que não faça mal a nada ou a ninguém.”. Tanto no wicca quanto bruxaria natural não se fazem sacrifícios de animais ou humanos em seus rituais .

Diferente da Bruxaria presente em religiões de Quimbanda ou Magia Negra onde o propósito é exatamente usar estas forças divinas invertidamente para destruir a vida de alguém. Na Umbanda, quem trabalha com a pomba-gira Maria Mulambo sabe que ela é muito chegada em feitiço, inclusive muitos de seus pontos cantados falam sobre Bruxaria, aliás, qual pomba-gira não tem o pezinho na magia não é mesmo? Porém, sabemos que a Bruxaria de Umbanda é voltada também para o bem.

Isso nos mostra mais uma vez que a bondade ou maldade, que a admiração ou medo presente nas pessoas para com as religiões não está nelas em si, mas no que fazemos com ela. Toda religião tem o seu bom e mau frequentador, isso não pode sujar a imagem de uma coisa tão linda que Deus e o universo deixou disponível para nos ajudar.

Se pararmos para analisar uma benzedeira que faz suas conjurações ou usa uma erva para fazer um feitiço de cura, um Benzimento de cura, ela não está fazendo um pouco de magia? Se o passe da pomba-gira eliminou uma doença que os médicos não viram, será que não fez um pouco de magia? Quando um evangélico fala em línguas e usa seu dom para fazer uma previsão, ele não está usando um pouco da magia divina?

A magia está aqui meus filhos. Independente do nome que você dê. Ela está a nossa volta. Vivemos em um mundo onde a própria natureza faz seus feitiços, a própria natureza é uma grande mãe Bruxa.Se você acredita ou não, ao menos tente ser grato às forças divinas por tudo que ela lhe proporciona. Essa é a grande magia. 

Abc,
Mãe Fabiana de Yemanjá
Sacerdote de Umbanda do T.U.S. Caboclo Pena Verde e Flecheiro de Aruanda
Sacerdote de Bruxaria Natural 

terça-feira, 23 de julho de 2019

BANHO DE LOSNA PARA TOMADA DE DECISÕES - POR FABIANA DE YEMANJA

Fabiana de Yemanjá é sacerdote do T.U.S. Caboclo Pena Verde e Flecheiro de Aruanda, este texto lhe foi intuído pelo Caboclo Pena Verde com quem trabalha na casa.


O banho de Losna foi indicado a clientes que precisam tomar decisões rápidas em sua vida, mas não encontram forças para tal. Estudiosos desta erva, como Adriano Camargo, Erveiro classificam esta erva como ligadas a Logunan e Oxumare. Na nossa casa também atrelamos sua energia a Yansã, ou seja, erva que vibra os mistérios destes Orixás na Umbanda Sagrada. 

Dentro destes Orixás podemos dar determinações a erva ligado a: Desenvolvimento Mediúnico (Logunan), dinamismo e agilidade (Yansã), abertura e fechamento de portais (Logunan), afastar energias negativas (Yansã), decidir rápido (Logunan - Tempo, Yansã agilidade), transformar sentimentos (Oxumare), etc. 

Você pode fazer este banho qualquer dia da semana, pode fazer de cabeça (Afinal os pensamentos confusos que atrapalham as decisões estão por lá), com água fria ou morna se a erva estiver fresca e com água quente se a erva for seca. Na dúvida sobre como proceder com banhos, procure o pai de santo de sua confiança e conheça a doutrina da casa que você frequenta. 

domingo, 14 de julho de 2019

BANHO DE ARNICA - POR EDUARDO DE OXOSSI



Este banho me foi intuído pelo Caboclo Flecheiro de Aruanda com quem trabalho. Ele me apresentou a erva na vibração de pai Oxossi e mãe Oxum para expandir nossas forças e habilidades, seu brilho, sua auto-estima. 

Entre seus efeitos também destaca-se a proteção para afastar o mau de quem pragueja suas conquistas, seu trabalho, suas finanças, seus bens, etc. Afastar energia de pessoas que tentam tirar vantagens do seu suor, do seu trabalho, da sua pessoal.   

A Arnica tem derivações em sua família, como a Arnica do mato: 


Ambas podem ser utilizadas para este propósito, e podem ser tomada de cabeça aos pés nos dias destes Orixás (Sábado para Oxum e Quinta-feira para Oxossi), todavia, em caso de banhos, é indicado que você consulte os guias da sua confiança e conheça a doutrina da casa que você frequenta. 

Faça o banho com água morna ou fria se a erva estiver fresca e faça com água quente em caso de erva seca. Consagre o banho pedindo a Oxum e Oxossi que afaste de você as energias negativas que possam colocar em risco o comprometimento dos seus ganhos, do seu emprego, das suas conquistas. 

Oxossi é o caçador, o provedor de alimento e fartura do lar. Oxum é Orixá do Ouro e ambos apresentam uma ótima vibração para esta finalidade. O Banho pode ser indicado ainda para pessoas que estão em busca de emprego para proteção dos seus caminhos, elevação do seu magnetismo e atratividade do que se merece, atratividade do que se precisa obter. 

quarta-feira, 3 de julho de 2019

ERVAS E MAGIAS PARA DESFAZER AMARRAÇÃO - POR EDUARDO DE OXOSSI

INTRODUÇÃO

Amarração é o termo utilizado para fazer com que alguém contra a sua vontade, contra os seus sentimentos e livre arbítrio fique com alguém. Há diversos fatores que contribuem para que uma amarração funcione: o que vai ser amarrado precisa ter cabeça fraca, fragilidade de cuidado com sua vida espiritual, pode ter uma predisposição a gostar da pessoa, mas não quer compromisso sério, etc. 

A amarração não é bem vista em terreiros de Umbanda, pois acreditamos que o amor deve fluir livremente como as águas da cachoeira da Oxum (deusa do amor). Ninguém pode forças as águas de Oxum a correrem para cima sem elas quererem.  

É comum que os feiticeiros que atuam coma prática da magia negra ou magia invertida focando amarração tenham seus feitiços, caminhos, fundamentos. Há quem não acredite que isso seja possível, todavia, quem convive no meio espiritual já viu casos absurdos onde a pessoa sobre no seu relacionamento (é chifrada, não tem sexo, só brigam, no dia-a-dia não querem ficar perto um do outro, falam mau um do outro para os outros, mas não conseguem se separar). 

Quando o problema tem causa médica, ou psiquiátrica/psicológica encaminha-se ao profissional de gabarito, mas será que nestes casos, onde a pessoa chega no fim do poço, perde a sanidade mental por um relacionamento falido, onde se submete a apanhar, a ser traído (a), alimentando brigas e não conseguem se separar, será que não teria em alguns destes casos a mão de uma amarração? 

Cada caso é um caso, para este assunto você precisa procurar o terreiro da sua confiança e conhecer a doutrina praticada. Neste texto vamos oferecer algumas dicas que podem ajudar as pessoas nesta situação. A orientação do uso de magia com estas ervas se deu pela intuição do mestre Tranca Rua das Almas que trabalha a 12 anos com pai Eduardo de Oxossi. 

CABEÇA DE CERA COM ERVA DE BICHO: FORÇA DE YAMENJÁ



É um poderoso ácido ligado a Yemanjá, muito eficiente para doenças. Como mãe Yemanjá é a mãe de todas as cabeças e um trabalho de amarração mexe com a cabeça de uma pessoa, a primeira dica de magia é fazer uma cabeça de cera branca com erva de bicho. Coloca-se o nome da pessoa que supostamente está amarrada ou é dependente emocional negativa de um relacionamento falido dentro da cabeça simbolizando seu batismo. 

Colocamos ervas de bicho e canjica na cabeça, depois, colocamos-a em um prato branco com o pescoço para baixo e coroa para cima, como se estivesse de pé. Pedimos e oramos a mãe Yemanjá para que todo mau que está naquela cabeça seja dissolvido e levado para seu lugar de merecimento. 

Colocamos uma vela azul clara de sete dias na frente da cabeça e rogamos a Yemanjá que clareie o caminho desta pessoa, devolvendo-lhe seu livre arbítrio, dando-lhe a força para tomar suas decisões. Não pedimos separação, pois pode haver ali sementes de um amor verdadeiro que cresceu acelerado da forma errada, então pedimos que Yemanjá clareie sua visão para que a própria pessoa consiga tomar sua decisão e ver o que é melhor para si e para ambos.  

Depois de sete dias, o material do trabalho pode ser descartado, pois já cumpriu sua missão. Caso a pessoa se sinta amarrada e desabafe isso para você ou seu guia, ou é você leitor que se sente amarrado, também pode tomar banho de erva de bicho da cabeça para baixo consagrando a Yemanjá e pedindo que lhe limpe de todo problema de saúde física, mental e espiritual. 

QUARTINHA DE PALHA E PINHÃO ROXO: FORÇA DE NANÃ E OMOLU



Nanã é a Orixá que paralisa energias negativas e traz o amadurecimento. Podemos usar a sua força para paralisar o trabalho de amarração. Coloca-se o nome da pessoa que supostamente está amarrada em uma folha de pinhão roxa e dobramos, amarrando com palha. Pedimos a Omolu que coloque ponto final nesta magia e nana que decante-a, paralise-a para que não mais prejudique a vítima e que esta tenha maturidade para lhe dar com sua vida emocional. 

Colocamos este material em uma quartinha de barro com asa (se a amarrada for mulher) e sem asa (se o amarrado for o homem), colocamos água lenta (de poço, de lago, chuva leve, etc) para que Nana possa paralisar a magia, colocamos uma vela de sete dias roxa ou lilás próximo a quartinha e rezamos todos os dias sobre ela pedindo pela libertação e paralisação.

No sétimo dia o cliente deve quebrar esta quartinha em um cruzeiro pedindo que Omolu coloque ponto final no controle e efeito que alguma magia negra possa estar tendo sobre ele (ela).  

BANHO DE CRISTA DE GALO: ENERGIA DE YANSÃ, OGUM, OMOLU E EXU



Aconselha-se passar ao cliente ou que você caso se sinta vítima de amarração possa fazer este banho de erva quente com forte poder de descarregar magias negras, inclusive as magias de natureza de amarração. 

Por sete semanas, tomar banho desta erva na segunda, terça e quarta com água fria ou morna, pedindo a Exu e Omolu (No banho de segunda) que coloque ponto final nos feitiços que estejam confundindo seu coração. pedindo a Ogum (Banho da terça) que corte a demanda e amarração, dando caminhos. Pedindo a Yansã (nos banhos de quarta) que leve para longe o controle que qualquer feiticeiro possa estar tendo sobre o seu coração e suas escolhas. 

Este banho é muito bom para afastar eguns. Aos leitores que são médiuns de passe e pais de santo, ajuda muito fazer um sacudimento de folhas, pipoca, palha, coco seco, etc na pessoa vítima de amarração pedindo a exu, Omolu e Yansã que leve toda energia negativa embora.  

OFERENDA PARA MARIA NAVALHA 


Trabalhos e oferendas para Maria Navalha podem ser feitos pedindo que se existe algum trabalho de amarração que na justiça de Xango e na lei de Oxum eles possam ser desfeitos. Que Navalha use sua lâmina divina para cortar os fios espirituais que aprisionam tal pessoa. O que colocar na entrega vai do fundamento de cada casa. Na dúvida como proceder com magia, procure o seu pai de santo. 


   

segunda-feira, 17 de junho de 2019

PEDRAS E CRISTAIS NA VIBRAÇÃO DE YEMANJÁ

As pedras são elementos da natureza compostos por diversos componentes físicos e químicos, como tal, são subprodutos transformados ao longo da exposição de condições climáticas (sol, chuva, vento, tempo, outros). Elas concentram em sua estrutura uma história e um objetivo energético.

Vamos falar aqui de um tipo específico de pedras: os cristais. O Cristal é um objeto de corpo sólido regular. Os Cristais são uma espécie de "DNA" da terra, passam por metamorfose desde que o mundo é mundo.

Há cristais que foram desenvolvido sob pressão, outros com total liberdade, outros precisaram da energia e condições de câmeras e cavernas profundas. Há Cristais destinadas à cura, outras aguçam a intuição, outras ajudam a dormir e assim por diante. Neste texto vamos indicar alguns cristais que podem ser usados na vibração de Yemanjá ou mais amplamente, usadas em magias e ativações do Trono feminino da Geração (Umbanda Sagrada).

Sabemos que a vertente de Umbanda Sagrada explora profundamente o simbolismo presente nos tronos divinos de Deus. Ao olhar a anatomia das pedras vamos perceber que elas são formadas por: triângulos, quadrados, trapézios, retângulos, losangos, paralelogramos e hexágonos.

Podemos ligar os cristais aos Orixás pelo seu DNA, sua anatomia, sua cor, o ambiente no qual foi gerado e assim por diante. Vamos ver a seguir alguns exemplos.

AGATA RENDADA AZUL



Ótima pedra de cura e relaxamento, ajuda a melhorar o sono, o estresse, a tristeza, a canseira, etc. Auxilia na comunicação e expressão de sentimentos e pensamentos. Ajuda em problemas capilares.

ANGELITA


Pedra que fortalece forças dos anjos de guarda e nos conecta com proteção de espíritos superiores de luz. Estimula a comunicação com o mundo espiritual. Ajuda no desenvolvimento mediúnico. Pedra da compaixão, ajuda a eliminar mágoas e elevar a capacidade de perdoar.

ÁGUA MARINHA



Pedra que protege marinheiros de afogamento. Afasta os maus espíritos, dá calma e coragem para enfrentarmos situações que nos dão medo e insegurança. Ajuda a melhorar a qualidade do sono e a confiança em nós mesmos. Ajuda a perder o medo de água.

CELESTINA


Inspira paz, acalma brigas, inspira contato com o divino, com o sagrado, com o plano espiritual. Pedra para acalmar ambientes, apaziguar brigas, estimular o perdão, harmonizar relacionamentos. Harmonizar pensamentos. Ajuda no desenvolvimento mediúnico, estimula a criatividade, a mudança de comportamento e postura.

TURQUESA


Excelente pedra de cura, principalmente para problemas psicológicos (depressão, tristeza, pânico, ansiedade, etc). Ela limpa e alinha chacras. Traz calma, paciência e relaxamento para o portador e para o ambiente. 

CONCLUSÃO

Na dúvida sobre como proceder com pedras e magia, consulte o pai de santo de sua confiança e conheça a doutrina da casa que você frequenta. 

BIBLIOGRAFIA PARA CONSULTA 

A Biblia dos Cristais: O Guia definitivo dos cristais
Autor: Judy Haal
Editora: Pensamento.