Pular para o conteúdo principal

INCORPORAÇÃO NÃO É POSSESSÃO!


Do dicionário, “Incorporar” significa: “ação ou efeito de incorporar. Acrescentar alguma coisa nova a certo indivíduo, conjunto etc. Servir de objeto para acoplamento de outro.”

Já no mesmo dicionário se formos procurar a palavra “possessão”, significa: “Circunstância em que alguém está possuído por algo sobre-humano, por uma paixão, por um tormento, por uma obsessão etc.”


Talvez por esta semelhança cultural do nosso próprio vocabulário estas duas ações são frequentemente confundidas. Na Umbanda, o ato de incorporação é o ato em que o médium recebe os seus guias (Marinheiros, Ciganos, Baianos, Pretos Velhos, Boiadeiros, Caboclos, Exu, etc) ou Orixás (Ogum, Oxum, Iansã, Xango, Oxossi, Yemanjá, Nanã, etc) para realização da gira, de passes e outros trabalhos que podem ou não envolver descarrego de espíritos obsessões e, por tanto, possessões.

Diferente do que se assiste na TV, em especial em programas evangélicos sensacionalistas que criticam a Umbanda pelo uso de incorporação e culto aos Orixás (Forças da natureza ligadas a deus) nem toda incorporação é possessão. Espíritos zombeteiros e desertores do plano espiritual não são EXU! A Incorporação é um ato puro concebido por deus para prestação da caridade.

Quando dizemos que uma pessoa está carregada, pode-se dizer que está má acompanhada de maus espíritos e que será necessário fazer uma prece, um transporte, o encaminhamento desta alma e semelhante, mas não é cabível a generalização de que todo espírito de luz em terra é obsessor. Há igrejas em que os filhos são tomados pelo poder do divino espírito santo e falam em outras línguas (a então chamada “linha dos anjos”). Pergunto-lhes, qual é a diferença de você ser tomado por uma força interior e não controlar sua boca para falar a língua dos anjos e a mesma vontade e incontrolabilidade para falar a língua de um caboclo ou de um baiano cujo discurso e objetivo em terra é o mesmo: “Ajudar uma pessoa com uma palavra amiga, com o renovo de sua fé em deus, com orientações, etc”?



Me parece muito confortável desdenhar as religiões alheias para que fiquem em um determinado lugar, pois sua permanência representa dízimos e fazem o levantamento financeiro de instituições religiosas. Vivemos em um país democrata em termos de religião e o próprio deus permite a existência desta pluralidade uma vez que estejam interligadas a ele, a seus ensinamentos, etc.

Muitos líderes religiosos (e não resumo aqui apenas a uma ou outra religião, mas de forma geral) são dotados de uma ótima oratória e influenciam fiéis e multidões a ponto de se tornarem fanáticos e intolerantes. Tanto se criticou a Umbanda pela prática de DESCARREGO que hoje ela  é feita dentro da igreja e ganhou um espaço na mídia e na TV na tentativa de dizer aos fiéis “se for pelo descarrega não vá lá, aqui a gente faz, por que só aqui é o certo”. Não esqueçamos que muito antes da igreja fazer descarrego, dos padres fazerem exorcismo, as religiões afros que vieram ao Brasil através dos navios negreiros já dominavam e respeitavam esta prática. É no mínimo hipocrisia dizer que a inventaram neste século e desdenhar a religião que primeiro se deu ao respeito de usar incorporações em prol do ser humano.

Convido-os a visitarem terreiros de Umbanda para conhecer de perto e tirarem suas próprias conclusões acerca do que é uma incorporação. Toda religião tem o seu bom e o mau dirigente cuja as atitudes envergonham o nome de deus e da religião. Não vamos mentir aos leitores que o Brasil está cheio de “marmoteiros” – chamados espíritas que fazem um monte de coisa sem fundamento para sugar dinheiro de gente inocente, mas não é diferente ou exclusividade da Umbanda, pois muito já se viu na mídia de pastores, padres e outros líderes espirituais envolvidos em propina, pedofilia e desvio de verbas da igreja.


Vá com sua cabeça! Vá com seu olhar crítico! Você também é a imagem e semelhança de Cristo. Tem autoridade e poder! Visite um terreiro, submeta-se a um passe e veja se o guia que está ali é o guia que a mídia sensacionalista prega ou vende.  


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

MAGIAS COM MAÇÃ NA UMBANDA

A maçã é uma fruta afrodisíaca com diversos benefícios para o organismo humano. Ela combate o envelhecimento, ajuda no controle do hálito, controle de diabetes (por ser rica em pectina), controle do colesterol, etc. No geral, frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos.  A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40% (Fonte: Ciclovivo.com.br). A Maçã ainda é indicada para combater problemas respiratórios