Pular para o conteúdo principal

EXU DO OURO É SOBRE CARÁTER E CARÁTER É SOBRE MERECIMENTO

 


Conta o pai e mestre Rodrigo Queiroz em seu livro Exu do Ouro que antes de conhecer essa entidade, que ele comparava CD Pirata na feira e se achava o espero (“Nossa, que oportunidade! Comprei o CD Tal por uma pechincha”) e que ainda não tinha uma consciência desperta para como nossas ações prejudica o próximo (“Não é problema meu, a banda ganha muito dinheiro, vou comprar Pirata que eu ajudo o ambulante”).

 

Hoje Rodrigo consegue observar que não estava agindo corretamente com as relações financeiras, uma por prejudicar a Banda que estava trabalhando honestamente para ter seu ganha pão e outra por apoiar o comercio ilegal (fora da lei).

 

Exu do ouro não é sobre enriquecer as custas dos outros, não é sobre tirar vantagens do outro, não é sobre ficar rico rápido, não é sobre se apropriar do que não é seu, não é sobre ser oportunista, canalha, mentiroso ou outra ação que suje seu caráter.

 

Exu do Ouro é sobre: “Eu estou fazendo por merecer?”, “Minhas ações atraem coisas boas ou ruins na minha vida”?, “Que tipo de caráter eu tenho com minhas escolhas financeiras e como eu me relaciono com o dinheiro?”, “Como posso mudar meus modelos e crenças limitantes?”, “Como posso prosperar honestamente”?, “Como posso despertar uma consciência próspera”?.



 

A palavra “Caráter” é um termo usado em psicologia como sinônimo de personalidade de uma pessoa/de um sujeito, em linguagem comum/popular o termo “caráter” descreve os traços morais e atitudes de uma pessoa no dia-a-dia. Ambas estão corretas! Caráter diz respeito a atitudes que a pessoa tem diante de uma situação.  

 

Para a religião não existe pecadinho e pecadão, justicinha de Xango ou Justição. Não existe vistinha grossa do meu Exu, não existe exu do ouro “passando pano” para minha imoralidade, não existe Oxala cego, não existe Pombogira dormindo. O maior erro da pessoa sem caráter é achar que ele (a) é o espertão lá do CD, é o trucoso, o maioral, o me dei bem.



 

 

A Umbanda em especial é uma religião que prega a relação de evolução, não de salvação. Embora não façamos julgamento de valores, ela vai nos ensinar, em especial Exu do Ouro que nossas atitudes diante do dinheiro têm consequências que refletem diretamente em nós mesmos, ou seja, o que eu faço tem impacto no outro e se eu estou prejudicando-o, isso volta em cobrança divina para mim.

 

O mundo é assim! Fazemos o bem o bem volta, fazemos o mal, o mal volta e depois não adianta fazer Ebó, tomar banho de ervas ou fazer entrega para Exu, pois Exu não está a venda ainda mais se essa entrega é de um pedinte sem caráter, sem merecimento.



 

A religião está a serviço do correto, do justo, do certo, do grato, do transparente, e como tal a estes são recompensados pelos Orixás.  Recomendo que leiam o livro “Exu do Ouro” para se debruçarem sobre toda sabedoria do pai Rodrigo, mas também para terem contato sobre como ele conhece a falange do Exu do Ouro, como começa o seu despertar, como conheceu a consciência próspera e como ela abre os nossos caminhos mil vezes mais do que aqueles que não honram os compromissos financeiros, aqueles que querem tirar vantagens sobre coisas que não são suas ou ainda, sobre aqueles que acham que o dinheiro compra tudo.  

 

Gratidão ao mestre por dividir seu conhecimento conosco e investir seu tempo na tentativa de nos conscientizar sobre as relações com o dinheiro. Eu mesmo conheci o Exu do Ouro em 2015 e ele tem transformado a minha vida positivamente.

 

Desde 2016 damos o curso do Exu do Ouro no T.U.S. Caboclo Pena Verde e Flecheiro de Aruanda e quem faz apaixona-se, pois ele abre os nossos olhos sobre o dinheiro. Tanto sobre como relações tóxicas e negativas atraem cargas que corrompem nossa prosperidade quanto para nos dar os melhores caminhos e ferramentas sobre como podemos merecer caminhos mais prósperos.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

MAGIAS COM MAÇÃ NA UMBANDA

A maçã é uma fruta afrodisíaca com diversos benefícios para o organismo humano. Ela combate o envelhecimento, ajuda no controle do hálito, controle de diabetes (por ser rica em pectina), controle do colesterol, etc. No geral, frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos.  A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40% (Fonte: Ciclovivo.com.br). A Maçã ainda é indicada para combater problemas respiratórios