Pular para o conteúdo principal

A IMPORTÂNCIA DAS PALMAS NO TERREIRO - POR EDUARDO DE OXOSSI









A Umbanda é uma religião que embora em seu início, muitos terreiros não tinham o som do atabaque, hoje destaca-se pelo uso dele. As casas que aderiram o atabaque transformaram seus ritos praticamente em  100% musical (Ponto para amaci, ponto de chamada de guia, ponto de sustentação de trabalho, ponto de subida de guias e Orixás, ponto de descarrego, hino da Umbanda, ponto de defumação, ponto de bater cabeça, ponto de coroação, ponto de visitantes, ponto de Ogans, ponto de autoridades, ponto de abertura e fechamento de Jurema, etc).







Nossa reza é musical, nossa cura é musical, a quebra de demanda é musical, o casamento é musical, o batismo é musical, trazemos Orixás com música, os guias com música e nos despedimos deles com  música.





Neste universo, as palmas são tão importantes quanto a Curimba, as palmas são a extensão do coro, do que está sendo cantado. Infelizmente muitos médiuns e frequentadores da assistência pensam que se bater ou não palmas, cantar ou não cantar não vai mudar nada. Mas estão enganados, pois muda tudo.



Quando você entra em um terreiro e vê a harmonia das pessoas cantando e batendo palmas em resposta ao coro, você percebe a diferença de energia presente. Pessoas que ajudam a cantar e bater palmas contribuem diretamente para fortalecer a firmeza da gira, contribuem para ajudar o guia que está vindo ou está trabalhando. Contribui para reprender as demandas e descarregos, contribui para o rito que está acontecendo.



Outra curiosidade sobre palmas é que para alguns estudiosos, nossas mãos também têm chacras, ou seja, carregam nossa energia. Logo, se batemos palmas emanando boa energia com nossos movimentos de mãos e sons de boca, estamos emanando, irradiando, expandindo nossas intenções no ambiente.


Em algumas situações acontece dos curimbeiros (Ogans ), não estarem bem, esquecerem ponto, não renderem em seu propósito ali no dia e tudo muda para melhor quando ele percebe que as pessoas estão ajudando, estão apoiando, estão focados junto com eles e com os dirigentes no trabalho que está sendo conduzido. Isso é sintonia de energia! São as pessoas doando suas energias para a gira para os orixás e para os guias.



Esta troca de doação, na qual os Ogans auxiliam os médiuns no trabalho de incorporação e os médiuns auxiliam os Ogans resulta em uma explosão energéticas. Imagine 20 pessoas batendo palmas no mesmo ritmo, isso movimenta muita mais energia dentro da gira do que 1 cantando para 19, por isso, nosso clamor: batam palmas! Se interessem em aprender os pontos da sua casa!




Os pontos cantados são para os Orixás, são para os guias! As vezes assistimos vídeos de outros terreiros ontem ficamos  impressionados com o toque com o canto com a curimba, e falamos nossa na minha casa a curimba não é assim, mas paramos para pensar se na nossa casa todo mundo canta bate palma? Se todo mundo faz com que a curimba se eleve tanto quanto a outras casas que vemos união e sinergia entre as pessoas?





Bater palmas faz a musicalidade religiosa fluir, faz a energia ficar cada vez mais forte, quem ainda não sabe os pontos, pode começar se interessando pelo  ritmo das palmas. Não bata palmas só quando for seus Orixás ou seus guias de afinidade, bata palmas para todos os Orixás e guias da casa, isso é muito importante e fundamental para a força da gira, além de dizer muito sobre a postura do médium.







Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

MAGIAS COM MAÇÃ NA UMBANDA

A maçã é uma fruta afrodisíaca com diversos benefícios para o organismo humano. Ela combate o envelhecimento, ajuda no controle do hálito, controle de diabetes (por ser rica em pectina), controle do colesterol, etc. No geral, frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos.  A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40% (Fonte: Ciclovivo.com.br). A Maçã ainda é indicada para combater problemas respiratórios