Pular para o conteúdo principal

O CONCEITO BIOPSICOSOCIOESPIRITUAL DE ATENDIMENTO UMBANDISTA

O Homem é um ser multideterminado, ou seja, seu comportamento, personalidade e atitudes ocorrem sob controle de diversas determinantes do comportamento. São elas:

FILOGÊNESE (BIO)

Cada espécie tem suas limitações e formações ósseas, sua formação fisiológica, sua formação cerebral, sua formação neurológica, sua formação biológica e física de ser. Cada qual evoluiu sob circunstâncias do que a ciência chama de "seleção natural". Singelamente entende-se como seleção natural o fenômeno onde evolução de características físicas e comportamentais são adotadas de geração em geração de acordo com seu valor de sobrevivência. 

O campo de "seleção natural" trouxe grandes contribuições para analise do comportamento humano, mesmo que inicialmente focado no comportamento dos animais. Dizem os estudos antropológicos que as primeiras girafas tinham o pescoço curto, pois a copa das árvores eram acessíveis. Porém quem estavam morrendo eram as árvores que serviam de alimento para as manadas de girafas. Com o tempo, as árvores que cresciam com tronco maior e colocavam sua copa de frutas acima das giravas sobreviviam e quem morria eram as girafas. Com o tempo, as girafas que nasciam com pescoços maiores sobreviviam, pois podiam novamente alcançar seu alimento e assim por diante. 

Este circulo vicioso dito como "filogenético" ou característico a espécie é passado de prole para prole através do GENE. Assim seguem teorias sobre o medo de altura, medo de escuro, homem evoluindo do macaco, os antigos pé de pato se abrindo para dedo, nariz afinalado para quem mora em país frio, narinas grandes e grossas para quem nasce em país quentes, etc.



Fatores filogenético são mais complexos de serem mudados. Então é preciso separar muito bem o físico do espiritual para que o médium não passe na frente do guia e tente tratar problemas de ordem física e genética como: calvice, influência óssea, doenças herdadas, etc. Parte de como as pessoas agem no mundo desrespeito a sua evolução natural, ou seja, uns mais bonitos, uns mais feios, uns mais fortes, uns mais fracos, uns mais altos, uns mais baixos, etc. Tais fatores físicos causam ganhos e perdas em problemas psicológicos como autoestima, popularidade, etc. Porém, mesmo que se trate o fator psicológico, o físico na maioria das vezes não poderá ser tão modificado. 

O fator filogenético abrange ainda o que a psicologia chama de comportamento reflexo, ou seja, são aqueles comportamentos que o ser humano emite e não pode controlá-lo. Como por exemplo, "piscar os olhos diante de um estímulo aversivo visual" ou suar quando corre ou pratica exercício. Mesmo que colocássemos todos os psicólogos do mundo com seu cliente na esteira, nada adiantaria para cessar o comportamento de suar. Dentro de um terreiro, o médium precisa ter a noção básica de psicologia para não achar que todos os problemas humanos ele será capaz de tratar dentro do campo espiritual. Quando a Umbanda fala em evoluir, isso também diz respeito ao fator BIOLÓGICO: nascer, crescer, envelhecer e morrer.

ONTOGÊNESE (PSICO)

A "Ontogênese" é a história de vida de uma pessoa. Única, singular, pessoal e subjetiva que diz respeito apenas a ela. Nem gêmeos idênticos tem história de vida psicológica iguais. Imagine uma mãe com filhos gêmeos e os dois choram para mamar. Ela pega um para dar de mamar primeiro e depois o outro. Na cabeça da mãe ela deu de mamar a ambos. Psicologicamente falando, para o primeiro ela está ensinando que chorar tem a consequência imediata do leite (manhã - choro - leite), para o outro filho ela está ensinando que não importa o quanto ele esperneie de chorar, ele vai ter que esperar a sua vez. Está ensinando a paciência (manha não traz leite, esperara a sua vez traz). É por isso que mesmo gêmeos às vezes tem a mãe dizendo: "nossa um é tão calmo e o outro é tão espoleta".

Conhecer a história de vida da pessoa é riquíssimo para atendimento mediúnico. É por isso que o guia as vezes não fala do problema da pessoa nem na frente de um canbone. Da pessoa mais santa da terra a pior pessoa do mundo, ambas tem seu comportamento passível de ser explicado por psicólogos, médiuns ou pessoas que tenham a básica noção de ontogênese, ou simplesmente a empatia, a capacidade de se colocar no lugar do outro sem julgamentos. Explicar e entender o porque que as pessoas agem como agem não é sinônimo de julgar ou discernir entre certo e errado. 

Praticar a avaliação, a analise ontogenética é muito difícil, pois a nossa história de vida é diferente do outro e as vezes o outro nos conta algo que na cabeça dele é certo e na nossa é repudiado. A diferença de história ontogenética do médium e do consulente é um dos principais motivos do médium passar na frente do guia, pois ele tende a falar, receitar e julgar o que é certo para si e não para quem está sendo atendido. É o que a psicologia psicanalítica de Freud diz "Odiamos no outro aquilo que em si é um problema nosso" - transferência, contratransferência, etc.

Temos que fornecer escuta e atenção concentrada e ativa sobre o que o consulente conta, faz, mostra, demonstra seja na sua linguagem verbal ou não verbal. Principalmente se formos médiuns conscientes ou semiconscientes realizar a pratica de refletir sobre nossos atendimentos, o que foi dito, para que foi dito, qual efeito deste conselho na vida daquela pessoa, foi eu, foi o guia, etc.

Como cada pessoa tem seu livre arbítrio, é praticamente na Ontogênese que os conselhos espirituais tem efeito, pois é exatamente aqui que a pessoa pode escolher o que vai fazer, como vai fazer, se aprendeu, qual é e como é o seu repertório comportamental, seus pontos fortes e fracos em termos de atitude. No final das contas apenas a pessoa pode fazer por ela. Poderia receber mil conselhos, mas só ela escolhe e coloca em prática o que ouve. Então, o trabalho é muito árduo neste nível de determinante comportamental. 

CULTURA (SOCIO)

A cultura determina o comportamento da nação onde vivemos, por exemplo, morar na Índia um homem pode casar com quantas mulheres ele quiser (cultura), já no Brasil não pode. Em tribos canibais, um homem pode emitir o comportamento de matar para comer, em nações civilizadas, não pode. Em alguns países, criminosos são punidos com pena de morte, em outros não. A Cultura influencia o comportamento tal como os fatores acima citados. Se o consulente for italiano, japonês, brasileiro, de família evangélica, budista, se for filho único, se for adotado, se foi criado pelos tios, etc, recebe uma carga cultural de onde foi criado.

Não precisamos nem sair do Brasil. Atender um Baiano, um Amazonense, um Curitibano, um Paulista, já vamos perceber algumas sutilezas na mudança de seus comportamentos, valores, etc. Então o conselho que se daria para um diante do mesmo problema pode não servir para o outro. Um exemplo clássico se daria no banho de ervas. Se um Indiano procura o guia de Umbanda para ajudar a ter a sua sétima mulher, o guia naquele Pais, naquela história ontogenética e cultural poderia indicar. Já no Brasil, um homem casado que peça isso certamente não terá seu pedido atendido.  

Os guias levam em consideração o ambiente cultural, pois nosso livre arbítrio termina onde começa o do outro. Valores culturais podem alterar completamente a noção de bem/mau, certo /errado e isso quem decide NÃO É O MÉDIUM. Se um pedófilo for se consultar com o guia e o médium não tiver uma sólida formação mediúnica e psicológica ele não vai atuar como ser de luz. Umbanda não é tribunal, a justiça pertence a Xango com permissão do pai maior. O fato é que muitos problemas de ordem cultural são trazidos junto com os consulentes e muitas vezes não prestamos atenção nisso. Será que estamos preparados para atender qualquer tipo de problema? Pode ser que a matéria não, mas o guia de luz em uma incorporação bem sucedida, certamente saberá o que fazer. 

ESPIRITUAL (ESPIRITUAL)

Todas as religiões parecem concordar que há uma força maior chamada Deus. Independente da pessoa que procura um terreiro ter ou não mediunidade, ser ou não da Umbanda, o foco do trabalho do terreiro é o espiritual. O guia não substitui o trabalho dos profissionais da terra, apenas atuam em equipe multidisciplinar. Por exemplo, alguém com problema na justiça não pode demitir o advogado para que Xango resolva, alguém com câncer não pode deixar o médico para que Obaluaê resolva, alguém que precisa passar em uma prova não pode deixar de estudar para que Oxossi resolva e assim por diante. 

É preciso unificar todos estes fatores no que chamamos de fator BIOPSICOSOCIOESPIRITUAL para então ter em mãos um diagnóstico sério e respeitoso, separando o que é de ordem física e o que é de ordem espiritual. Os guias já são psicólogos por Oxalá, podem não saber falar todas estas palavras difíceis, mas um guia de luz, perceberemos que sua atuação respeita estes aspectos. Quando um destes elos for quebrado é grande e provável que o médium esteja passando seus valores na frente do caso. Cuidar do fator espiritual é tão importante quanto cuidar dos demais fatores abordados.  



Comentários

  1. Parabéns por seu blogue! !!!
    maravilhoso e de uma qualidade de ensinamento que consegue abranger leigos e aprimorar quem já aprendeu...muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns por seu blogue! !!!
    maravilhoso e de uma qualidade de ensinamento que consegue abranger leigos e aprimorar quem já aprendeu...muito bom!

    ResponderExcluir
  3. - Super gostei, soube expressar muito bem. 👏👏

    ResponderExcluir
  4. Parabéns,amei seu blog usou palavras de fácil entendimento.👏👏👏💎

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

MAGIAS COM MAÇÃ NA UMBANDA

A maçã é uma fruta afrodisíaca com diversos benefícios para o organismo humano. Ela combate o envelhecimento, ajuda no controle do hálito, controle de diabetes (por ser rica em pectina), controle do colesterol, etc. No geral, frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos.  A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40% (Fonte: Ciclovivo.com.br). A Maçã ainda é indicada para combater problemas respiratórios