Pular para o conteúdo principal

A LINHA DE CABOCLO DAS MATAS

Falar da linha de caboclos ainda é um grande desafio nos terreiros de Umbanda. Esta ainda é uma linha que muitos médiuns tem dificuldades de incorporar, porém, trata-se de uma linha com grande energia, grande vibração e é a linha que geralmente toma a frente dos terreiros e da coroa dos médiuns. 



No texto que percorre sobre a história e surgimento da Umbanda, vemos que Oxalá guiou o caboclo "das Sete Encruzilhadas" na figura de Zélio de Moraes para firmar a Umbanda como religião independente da mesa branca da época. Qualquer entidade (baianos, marinheiros, etc) poderia ter vindo em terra, mas por um motivo peculiar Oxalá determinou que seria um caboclo: a linha de caboclos da mata responde a Oxossi (trono do conhecimento).

Oxalá responde para o trono da fé, rege a coroa, os oris, a religião, etc. Para instalar a religião no repertório dos homens precisamos estudar (fundamentos, regras, história, ervas, etc) e estudar remete a Oxossi, remete a aprendizado e conhecimento. Oxalá determinou que um caboclo viesse a terra para ensinar (trono do conhecimento) a sua religião (trono da fé). Caboclos da mata são em sua natureza de Oxossi grandes professores, mesmo sendo uma linha muito humilde e muitas vezes de poucas palavras, eles atuam de uma forma direta, objetiva e eficaz, ensinando aos médiuns mais velhos e mais novos os fundamentos de Oxalá. 

No caso do caboclo da sete encruzilhadas, ainda podemos falar de um caboclo que veio ensinar (trono do conhecimento) a religião (trono da fé) em sete encruzilhadas (sete linhas, sete caminhos, ou seja, com passagem livre por diversos caminhos). Hoje em dia, a linha de caboclos embora responda diretamente a Oxossi, tem dividido o mistério de seus caboclos com outros Orixás, como o próprio caboclo (mata, Oxossi) das sete encruzilhadas (encruzilhadas, caminho, logo: Ogum). 

Há terreiros que a linha de boiadeiro atua dentro da linha de caboclos das matas, levando o nome de caboclos do couro, ou meramente boiadeiros. Hoje sabemos que são linhas diferentes e com propósitos diferentes. De qualquer forma, é importante ressaltar que cada casa tem sua doutrina e isso pode variar de terreiro para terreiro. 

INSTRUMENTOS DE TRABALHO DE CABOCLO

A linha de caboclos leva ainda o "DNA" dos índios, portanto, curandeiros, pajés, chefes de tribo, caçadores, pescadores, agricultores, artesãos (barro, palha, madeira, cipós, etc). São espíritos de luz que utilizam em grande frequência:

- Ervas;
- Defumação;
- Velas;
- Manejo dos elementos da natureza ( terra, fogo, ar e água);
- Pembas;
- Instrumentos indígenas (arco e flecha, machadinhas, chocalhos, penas, etc).

NOME DE CABOCLOS

- Caboclo (Oxossi) Flecheiro (Oxossi) de Aruanda (Oxalá)
- Caboclo Pena (Oxossi) Verde (Oxossi);
- Caboclo Pena (Oxossi) Azul (Yemanjá no claro, Ogum no marinho)
- Caboclo Pena (Oxossi) Roxa (Nanã na tonalidade escura e Obaluaê no claro)
- Caboclo Pena (Oxossi) Branca (Oxalá);
- Caboclo Pena (Oxossi) Dourada (Oxum);
- Caboclo Pena (Oxossi)Vermelha (Yansã e/ou Ogum);
- Caboclo (Oxossi) Tupinamba (Tradução tupi para uma tripo com grande influencia no plantio e na agricultura, logo, Oxossi);
- Caboclo (Oxossi) Cobra (Oxossi) Coral (Geralmente Vermelho em Yansã e Marrom em Xango);
- Cabocla (Oxossi) Jurema (Árvore, bebida e altar sagrado, logo, Oxalá, ligado ao sagrado, ao divino);
- Cabocla (Oxossi) Jupira (Traduz qualquer erva alimenta, logo Oxossi);
- Cabocla (Oxossi) Jandira (Ligado a produção pecuária. Tanto é que a cidade de Jandira é referencia na produção de mel, logo ligado a Oxum e Oxossi);
- Caboclo (Oxossi) Sete (Sete linhas) Flechas (Oxossi no sentido simbólico e Ogum e Yansã no sentido de direção);
- Caboclo (Oxossi) Ubirajara (senhor das florestas, logo, Oxossi);
- Caboclo (Oxossi) Araribóia (traduz como uma espécia de cobra, veveno, cura, pode estar ligado também a feitiços e Obaluaê);
- Caboclo (Oxossi) das Sete (sete linhas) Cachoeiras (Xango e Oxum)
- Cabocla (Oxossi) do vento (Yansã);
- Cabocla (Oxossi) do rio (Oxum e Nanã);
- Cabocla (Oxossi) estrela do mar (Yemanjá);
- Cabocla (Oxossi) Ibotirama (Traduz campos floridos, pode ser Ibeji, Oxum, Oxalá, etc);

INDICAÇÕES PARA TRABALHO NA LINHA DE CABOCLOS

Dependendo do nome no caboclo, saberemos o mistério que ele está ligado, mas no geral todos atuam em prol da vibração de Oxossi (conhecimento, prosperidade, saúde, caça, emprego, trabalho, quebra de demandas vindas de feitiçaria, etc) e da vibração complementar do Orixá que carrega. Por exemplo, "Pena Azul", atua com as necessidades do trono de Oxossi mais irá se sair muito bem em problemas ligados a vibração do trono de Yemanjá (maternidade, trabalho em equipe, criação de filhos, problemas no lar, etc). 

BEBIDAS E FUMO

Caboclo geralmente bebe vinho branco, chás naturais a base de raízes, ervas, água e em algumas falanges a cerveja preta. Como fumo podem usar cachimbos (indígenas) e charutos (que vemos em maior frequência). 

PONTOS RISCADOS DE CABOCLOS

O ponto riscado geralmente acompanha o nome do guia e seu mistério, mas é comum encontrarmos:

- Arco e flecha
- Apenas Fllecha
- Estrelas
- Sol e lua
- Triângulos
- Desenho de folhas, plantas ou árvores
- Machadinhas e instrumentos indígenas
- Desenhos de ondas (no caso de caboclos das águas)
- desenho de montanhas (no caso dos caboclos ligados a Xango)
- Laços no caso de boiadeiros que foram doutrinados a descer na linha de caboclos
- Etc.

DIA DA SEMANA E SAUDAÇÃO

O dia da semana é o mesmo de Oxossi: Quinta feira.
Sua saudação é "Okê Caboclo"!

PONTOS DE FORÇA

Caboclos tem seu ponto de força nas matas e na natureza de forma geral, podendo expandir ao mar, montanha, estrada (conforme Orixá complementar que carrega).

ENTREGA PARA CABOCLOS

Frutas de forma geral, milho cozido, amendoim, raízes de forma geral, ervas, flores, etc. 

COR DE VELA E FIOS DE CONTA

No geral, na Umbanda atuamos com o verde tanto para cor de vela quanto para cor de fio de conta. Porém, no caso deste segundo, o guia intuirá ao médium quais elementos complementares irão compor o fio de contas enquanto instrumento de trabalho.

CARACTERÍSTICAS DA LINHA

Caboclos retiram da natureza apenas para o seu sustento, não gostam de desperdícios, de ações que prejudique a natureza, etc. Diferente do "homem branco" que se vê no topo da cadeia alimentar como um ser inabalável, o caboclo se vê de igual para igual com todos os seres vivos (de plantas ao homem). 

Seu vocabulário é limitado, então ele se reserva a falar apenas o necessário. Não são tão risonhos como outras linhas (exu, marinheiros, baianos, erês, etc), porém isso não significa que não são acolhedores. Gostam das coisas muito certas e não medem esforços para puxar a orelha de quem está errado. 

Passam muito banho e cobram comprometimento dos filhos de santo e consulentes para com a religião. Agem na simplicidade, ensinam e cobram este comportamento dos seus filhos. Gostam de dançar e usam a dança e sinais com a mão para descarregar as pessoas, o ambiente e as energias negativas que possam estar no ar. 



PONTOS DE CABOCLOS

Ô juremê, ô juremá.
Sua flecha cai serena ô jurema.                      
Dentro deste comgá
Oi salve São Jorge guerreiro
Salve São Sebastião
Salve a cabocla Jurema
Que nos deu a proteção

Ô jurema
_________________________

Vestimenta de caboclo é samambaia
É samambaia, é samambaia.
Saia caboclo não me atrapalhe
Saia do meio da samambaia
__________________________

Caboclo Roxo da pele morena,
Ele é Oxossi caçador lá da Jurema...
Ele Jurou, ele jurará
Pelos conselhos que a Jurema vai nos dar!
__________________________

Pisa caboclo aqui nesta aldeia 
Se seu sangue é real ele corre na veia
Pisa caboclo aqui nesta aldeia 
Se seu sangue é real ele corre na veia

Sangrou, sangrou, 
Seu sangue é real, 
É sangue de caboclo é sangue real
É sangue de caboclo é sangue real
__________________________

Zum zum zum eu ouvi gemer
Zum zum zum lá na mata eu vi

Zum zum zum é seu Ubirajara,
Que vem por aí...

É seu Ubirajara, que vem por aí

Comentários

  1. GOSTARIA DE TER A HISTORIA DO CABOCLO DA MATA ELE FAZ PARTE DOS XAMÃS

    ResponderExcluir
  2. Linda todas essas histórias de caboclos da mata

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de saber mais caboclo da pele morena..ele é vermelho o rosto dele

    ResponderExcluir
  4. muito obrigado adorei todos esclarecimentos ,vou estudar mais alguns conhecimento sobre o assunto para que eu possa me entregar de corpo e alma...

    ResponderExcluir
  5. Quero saber qual Eva k caboclo arariboia usa e qual é bebida k ele bebe no trabalho algue pode me disse faz pouco tempo que comecei em corpora este caboclo iluminado

    ResponderExcluir
  6. Conteúdo incrível ! obrigado Pai por nos ajudar a adquirir muito mais conhecimento para nossa evolução, gratidão ,william

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

POR QUE OS ORIXÁS COBREM O ROSTO NO CANDOMBLÉ?

Foto de Oxum Recebi esta pergunta de um internauta neste mês de junho e embora o nosso blog seja voltado ao estudo da doutrina espírita, é sempre muito válido estudarmos as outras religiões espíritas. Conhecimento nunca é demais! Para responder a esta pergunta vamos ter que recorrer a um pouco de "História". Há muito tempo atrás, em especial na África, os primeiros reis e rainhas eram tidos como sagrados, como se fossem seres escolhidos pelos deuses para reinar na terra e, portanto, muito elevados em relação ao seu clero, sua população, povo, etc. Elevados ao ponto destes não serem dignos de verem os seus rostos.  Nas roupas de santo do Candomblé, muitas nações em cobrem os rostos dos filhos com Adês (Coroas) análogas a da realeza. Muitas delas acompanham uma espécie de cortinas em forma de franja de miçangas (Imbé), como respeito ao Orixá e de certa forma dizendo que não somos dignos de ver o seu rosto quando incorporado em terra. A derivação de outros materia