Pular para o conteúdo principal

TRONO DA EVOLUÇÃO: OBALUAÊ E NANÃ



O Trono da evolução na Umbanda é gerido por Obaluaê no polo positivo (No sincretismo, São Lazaro, santo conhecido por ter voltado dos mortos) e por Nanã Buruquê no polo negativo (No sincretismo religioso, Sant'Anna). Obaluaê rege a transição, a transformação, a saúde, a doença, a peste, em alguns sincretismos religiosos a caixa de pandora (que guarda inúmeros mistérios, entre eles doenças) estaria associado ao mistério deste Orixá. No Candomblé ele é a versão nova de um Orixá enquanto Omolu seria sua versão envelhecida (semelhante a Oxaguiã x Oxalufã).  



Para Umbanda (que tem sua base muito mais forte no fundamento histórico católico) Omolu e Obaluaê são orixás diferentes. Obaluaê faz dupla com Nanã no trono da evolução enquanto Omolu faz dupla com Yemanjá no trono da geração. Tanto Nanã quanto Obaluaê cuidam da evolução, sendo Obaluaê no sentido próprio da palavra (Transmutação) e Nanã na experiência, no envelhecimento. Tudo que é vivo segue um ciclo natural, ou seja, os seres vivos nascem, crescem, se reproduzem e morrem. A energia de Obaluaê se dá nesta passagem enquanto Nanã aplica a vibração da experiência, da história subjetiva de vida (afinal nem gêmeos idênticos tem a mesma história).



Obaluaê rege a terra (areia mais especificamente), a palha (junto a Ogum), as doenças, a cura, os curandeiros, etc. Nanã rege a lama, os manguês, os lagos e rios de água mansa, parada e sem movimento, a chuva suave, os idosos e a sabedoria de vida, na a sabedoria no sentido de Oxossi e Obá (Trono do conhecimento). Diz as lendas que Nanã decanta os espíritos que irão encarnar, tanto é que em uma delas, Oxalá pedi a argila de Nanã para criar o homem e ela empresta desde que quando eles morrerem possam retornar a ela (analogia a frase "do pó ao pó"). Nós seres humanos mudamos todos os dias, envelhecendo a cada dia, a este fenômeno presente em todo ser vivo está a vibração natural de Nanã e Obaluaê. 



Muitas pessoas reduzem Obaluaê ao curador, embora ele seja um excelente Orixá de cura, sua força está muito mais além disso. Já Nanã igualmente. Ela não pode ser vista apenas como a "senhorinha de idade". Incorporações de Nanã tendem a ser pesadas (pois trazem o peso da idade). "Surra" de Nanã tende a ser rígida e corretiva, afinal, quem não aprende pelo amor, aprende pela dor. Nós espíritas acreditamos em vidas passadas. É Nanã quem apaga a memória destas vidas preparando os espíritos para reencarnar e recolhendo-os quando voltam ao plano astral. Ela é quem conduz a irradiação vibratória de evolução pela vivência, pela experiência. 

Dizem os espíritas que ela é a mais antiga de todos os Orixás. No sincretismo religioso está também associada a mãe de Jesus Cristo (Oxalá). Em algumas casas pode ser confundida com certas qualidades de Oxum e Yemanja, pois enquanto Oxum rege a mulher jovem, Yemanjá a maternidade e mulher adulta, Nanã vem trazer a figura de avó, fechando assim um ciclo de mulher.

A palavra Obaluaê vem do Yorubá Obàlúwàiyé  que quer dizer "Rei Senhor da Terra" e Omulu significa "Filho do Senhor". Todavia, como dito acima, Obaluaê e Omulú representam um só Orixá. Em algumas lendas do Camdomblé vemos Obaluaê como filho de Nanã, em outras lendas Nanã adquire uma rincha com Ogum (a quem adquiriu quizila e não se usa ferro em comida de Nanã). São inúmeras lendas a respeito destes Orixás, todavia, em Umbanda, é preciso considerar também o histórico dos santos sincretizados (por exemplo, São Lázaro foi que ressuscitou dos mortos e sua história é reconhecida na própria bíblia).   

CARACTERÍSTICAS DO TRONO DA EVOLUÇÃO



Trono: Evolução
Orixá regente: Nanã e Obaluaê
Sincretismo religioso:  Nanã (Sant'Anna) e Obaluaê (São Lázaro)
Dia de Nanã e Obaluae: 26 de Julho (dependendo da casa) para Nanã, 16 de Agosto (dependendo da casa) para Obaluaê.
Dia da semana:  Nanã (Sábado junto as Yabás) e Obaluaê (Segunda junto a Exu e as almas dependendo da casa)
Vela: Obaluaê (Lilás, branco e preto), Nanã (Roxo).
Fio de conta: Das cores das velas.
Banhos Indicados: Obaluaê (Hortelã brava, folha de mamona, urtiga, arrebenta cavalo, etc) , Nanã (lírio do brejo, avenca, gervão, etc) 
Saudação: Nanã (Salubá Nanã), Obaluaê (Atoto Obaluaê)
Campo de força e entregas: Nanã (Mangues, lama, lagos, lagoas, etc), Obaluaê (Cruzeiros, igrejas, estradas de terra, desertos, etc).
Chacra: Esplênico ou Umbilical.
Animais e símbolos que representam a presença de destes orixás: Obaluaê (Cachorro branco, marron ou mestiço), Nanã (rã e caranguejos de mangues).
Número: Nanã (06 e 13) e Obaluaê (03) dependendo da casa.   

CABOCLOS DA MATA NA VIBRAÇÃO DE OBALUAÊ



- Caboclo arranca toco
- Caboclo pena preta
- Caboclo pena Branca (dependendo da casa)
- Caboclo das almas
- Caboclo da cura
- Caboclo Urutu
- Cabocla Grajaúna
- Caboclo do Cruzeiro

CABOCLOS DA MATA NA VIBRAÇÃO DE NANÃ

- Cabocla Juçara
- Caboclo Pena Roxa (Dependendo da Casa)
- Caboclo da lagoa
- Cabocla Sumarajé
- Cabocla Paraguaçu
- Caboclo da chuva

EXUS, POMBA GIRA E EXU-MIRIM NA VIBRAÇÃO DE OBALUAÊ

- Exu do cruzeiro
- Pomba gira Maria Padilha das Almas (Ogum/Obaluaê)
- Exu mirim cruzeirinho
- Exu das pragas
- Pomba Gira Sete palhas

EXUS, POMBA GIRA E EXU-MIRIM NA VIBRAÇÃO DE OBALUAÊ

- Exu do lodo
- Pomba gira Maria Mulambo
- Exu Mirim lodinho
- Exu mirim mulambinho
- Pomba Gira Maria Mulambo das Almas (Nanã e Obaluaê)
- Exu Veludo (dependendo da casa)
- Exu mirim veludinho

SINAIS PRESENTES EM PONTOS DE OBALUAÊ

- Cruz
- Estradas
- Cruzeiros
- Túmulos
- Pipoca
- Etc.

SINAIS PRESENTES EM PONTOS DE NANÃ

- Chuva
- Rios
- Lagos
- Etc.

O QUE PEDIR AO TRONO DA EVOLUÇÃO?



- Evolução (material, espiritual, saúde, etc);
- Maturidade;
- Experiência;
- Cura / Saúde (Tradicionalmente os terreiros fazem uma vez por ano o banho de pipoca de Obaluaê para remover energias negativas de doenças e propagar a cura nas pessoas);
- Paciência;
- Proteção.

O QUE OFERECER?



Os itens a serem confeccionados em uma entrega dependem de vários fatores (doutrina, ponto de força em que respondem, necessidade do pedido, etc). No geral, observamos de forma generalista: Nanã - Sagu, argila, vela, flores em tom de roxo e lilás, etc. Obaluaê - Pipoca, palha, buzio, etc.

CARACTERÍSTICAS DOS FILHOS DE NANÃ E OBALUAÊ



Filhos de Nanã tende a ser mais velhos de cabeça do que aparentam ser, por isso, as vezes são taxados de ranzinzas, pessimistas, tristes e depressivos. São por natureza apaixonados por vivencia, estabilidade, rotina, segurança, etc. Devido a vivência de vida, apresentam boa intuição e acabam dando bons conselhos. No geral:

Estrutural: Conhecimento, experiência, vida longa, relacionamento, trabalho em equipe, qualidade, flexibilidade, apoio, ajuda, etc.

Dinâmico positivo: Inteligência, maturidade, calmaria, exatidão, bom ouvinte, planejamento, disciplina, organização, fidelidade, resistência, detalhista, justiça e respeito. 

Dinâmico Negativo: Introversão, lentidão, envelhecimento precoce, ortodoxo, resistente, baixa energia, canseira, seletividade, ranzinza, reclamam com frequência e de tudo, pessimistas, baixa-estima, depressão, dificuldade em demonstrar sentimentos.

Já os filhos de Obaluaê são apaixonados pelo ocultismo, tendem a ficar doente constantemente, porém, se curam com facilidade. São pessoas críticas, teimosas, observadoras, as vezes se perdem no caminho e acabam dando uma volta imensa para atingir um determinado objetivo. No geral: 

Estrutural: Saúde, espiritualidade, evolução, energia, pensamento, reflexão, ocultismo, coragem, julgamento, justiça, espontaneidade, etc. 

Dinâmico positivo: Resistência, curam-se com facilidade, lutam para viver, vigor, prestatividade, valentia, porte físico, fidelidade, respeito, bom ouvinte, etc.

Dinâmico Negativo: Adoecem com facilidade, envelhecem de forma precoce e com doenças, lentidão, brutalidade, obsessão, impulsividade, individualismo, desmotivação, frieza, tradicionalista, ortodoxo, resistente a mudanças, etc.

PONTOS CANTADOS A NANÃ E OBALUAÊ





Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHOS COM CABEÇA DE CERA NA UMBANDA

INTRODUÇÃO A Cabeça é o lugar mais sagrado para o Umbandista. É ali que vive o seu Ori, sua coroa, sua mente, seu cérebro, o início dos seus chacras, etc. Trabalhos com cabeça de cera devem ser feitos por pessoas experientes e fundamentadas. Na dúvida sobre o que ou como fazer, sempre consulte o pai de santo de sua confiança.  CABEÇA DE CERA PARA OXUM: PEDIDOS E PROMESSAS Oxum (Nossa senhora de aparecida) é muito conhecida por receber cabeças de cera em seus trabalhos, seja ele para amor (embora a Umbanda em si seja contra trabalhos de amarrações) ou para outros pedidos.  Em São Paulo está localizado o Santuário de Aparecida do Norte. Lá é recebido diariamente muitas peças de cera em pedido ou agradecimento de graças alcançadas por seus fiéis.  Podemos fazer cabeça de cera para cura, para melhorar os pensamentos, clarear as ideias, etc.  CABEÇA DE CERA COM YEMANJÁ: CALMA, LIMPEZA E DISCERNIMENTO.  Yemanjá é a mãe de todos. Este trabalho é indicado para ac

VELAS E SUAS DEFORMAÇÕES: "MINHA VELA BORRADA, O QUE ISSO QUER DIZER?"

INTRODUÇÃO A Umbanda é uma religião que trabalha com energia, portanto, ela pode se movimentar de ponta a ponta, de forma neutra ou intencionada. Sendo intencionada, podemos identificá-la como positiva ou negativa, recebida ou negada, desviada, redirecionada, etc. Se formos olhar a definição de dicionário, "energia" nada mais é do que a capacidade de um corpo, objeto ou molécula realizar seu trabalho. Se formos pensar em "energia de vela", seria a capacidade que a vela tem de executar o seu trabalho (quebra demanda, proteção, maldade, reversão, desvio, anulação, potencialização, cobrança, correção, direcionamento, etc).  Muitas pessoas que acendem velas se perguntam: "Olha como minha vela ficou", o que isso quer dizer? Para responder essa pergunta primeiro é necessário levantar quais variáveis borram uma vela. Sua vela pode borrar por estar exposta ao vento (ventilador, janela aberta, porta aberta, alguém que passou correndo, etc), pode

MAGIAS COM MAÇÃ NA UMBANDA

A maçã é uma fruta afrodisíaca com diversos benefícios para o organismo humano. Ela combate o envelhecimento, ajuda no controle do hálito, controle de diabetes (por ser rica em pectina), controle do colesterol, etc. No geral, frutas com a polpa branca, como maçã e pera, podem reduzir o risco de uma pessoa sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Esta é a conclusão de um estudo feito pela Universidade de Wageningen, na Holanda, em que foram acompanhadas 20.069 pessoas, entre as idades de 20 e 65 anos.  A pesquisa levou dez anos para ser desenvolvida. Após este período, os pesquisadores viram que as pessoas que mais comiam alimentos de polpa branca de frutas e legumes tinham 52% menos chances de ter um AVC. Apesar de deixarem claro que é preciso ter mais estudos para confirmar as descobertas, os estudiosos afirmam que o consumo de uma maçã por dia, reduz o risco em cerca de 40% (Fonte: Ciclovivo.com.br). A Maçã ainda é indicada para combater problemas respiratórios